Palavras de Alento

23 de mar de 2011

Visual Cara de Rica (ou cara de pau?)

Eu já critiquei aqui esse famoso site, que sempre traz dicas super  f úteis para a mulherada. A bola da vez hoje é um famoso cabeleireiro, que soltou a pérola que entitula o post. Na chamada para o site, ele dá dicas para qualquer mulher ficar com "cara de rica".
Eu fico aqui a me perguntar se tenho cara de pobre, porque de rica certamente não tenho, sempre sem maquiagem e com os meus cachos em desalinho...
Há alguns anos me rendi às luzes (a maioria aqui me conheceu de cabelos escuros) depois que os fios brancos começaram a pipocar e meus alunos passaram a questionar minha idade. Nada contra os meus três oitão, mas aluno às vezes é tão cruel conosco... elas (sim, as meninas) faziam cara de nojo para os meus fios brancos, então, agora, disfarço-os com luzes quase loiras.
Mas voltando ao tema, a frase do tal cabeleireiro me lembrou um trecho do livro Heróis de Verdade, de Roberto Shinyashiki (também já citado aqui), que diz que, com as pressões da sociedade consumista, as pessoas passaram a comprar artigos falsificados para demonstrar ter o que de fato não tinham. Só que agora parecer ter já não é suficiente, e algumas pessoas passaram a querer parecer ser
E na arte de transformar, de fazer parecer ser, os cabeleireiros se mostram verdadeiros mágicos. Encontramos esses profissionais aos montes por aí: os ditos responsáveis pelo aumento da auto estima de boa parte da população feminina.
Enfim, essa pérola do hairstylist das estrelas, incentiva ainda mais um tipo de comportamento que deteriora o caráter de meninas e jovens, já tão bombardeadas pela ilusão de glamour e felicidade prometida pelo mundo fashion.
Uma pena essa matéria. Mais uma porcaria publicada. Prefiro o livro do Shinyashiki.

5 Recadinhos

Carol Fonseca

comentou...

Definitivamente,amo minha cara de pobre!

23 de março de 2011 22:26
Responder
Kátia Tourinho

comentou...

rsrsrs... Amigaaaaaaaaa, concordo com vc em gênero, número e grau.
Prefiro minha carinha de pobre, tbém cobrindo meus muitíssimos cabelos brancos com minha tinta básica...rsrsrs Somos mais autênticas e, com certeza, mais felizes!
Bjssssssssssssssssssssssssss

23 de março de 2011 22:38
Responder
Maci e as Plêiades

comentou...

Fica-se ainda muito no externo, como se isso fosse algo definitivo. Mais vale, amiga, ter mesmo "cara de pobre", cabelos brancos,o corpo que escolhi, rugas que demonstram nossa experiência,marcas de nossa história e uma alma milionária. Esse bem é intransferível e jamais haverá de ser perdido ou roubado. Beijo azul. Visite meu blog.

25 de março de 2011 20:01
Responder
Mãe Mochileira, Filho Malinha..

comentou...

Oii,obrigada pela visita e comentario la no blog! ;-D
não conhecia ainda seu cantinho,vou xeretar todinho agora ,hehehe..
bjs,bom fim de semana!!

26 de março de 2011 23:13
Responder
Lívia

comentou...

Adoro, vivo mudando pra ver se melhoro um pouquinho e perco a cara de pobre. kkkkkkkkkkk

31 de maio de 2011 15:32
Responder

Postar um comentário

Se impressionou? Então me conte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...