Palavras de Alento

1 de mar de 2011

Sobre o Mundo lá Fora...

Quem nunca se viu obrigado a conviver com uma grave doença de perto (seja em si mesmo ou em alguém próximo) não pode calcular o quanto as paredes brancas de um hospital são frias, o quanto a espera do horário de visitas é angustiante, e o quanto um desfecho pode ser torturante.
Sim, está difícil, está quase insuportável. Pasmem: Patrícia não é de ferro!
Lá fora os dias passam, as aulas recomeçaram, o verão está acabando, e finalmente o carnaval chegou. E com ele vem todas as modificações no trânsito (que só quem mora no circuito sofre) e a alteração no humor das pessoas: Um estado de ansiedade feliz paira no ar, nos rostos, nas falas... E eu percebo isso e vou assimilando com o coração gelado, sem vontade de fazer nada, sentindo apenas uma necessidade enorme de disfarçar o que está por dentro, de fingir que está tudo bem, para não contaminar o universo ao meu redor com a tristeza que tomou conta do meu ser.
Alguns me perguntam: "Como você consegue ir trabalhar?". E adianta não ir? Além do mais, faz parte do disfarce: Eu finjo que está tudo sob controle, que nada de mal vai acontecer (mais) e sigo vivendo.
Hoje senti o cheiro da UTI às doze badaladas do relógio. Era o perfume(?) do sabonete líquido do restaurante onde eu fui almoçar. Ou seria o universo querendo me lembrar que eu não posso fingir que está tudo bem o tempo todo...?

PS: Perdoem a dureza das palavras e o baixo astral do blog ultimamente. Aproveitem o carnaval de vocês, porque a vida é breve!

10 Recadinhos

Kátia Tourinho

comentou...

Amiga, eu sei o quanto vc está tentando ser forte e até está conseguindo, mas sei tbém que atrás desta mulher aparentemente forte, está a irmã completamente fragilizada.
Continue tendo fé, pois é exatamente isso que lhe fortalece.

Bjssssssssssss de luz

1 de março de 2011 19:40
Responder
A viajante

comentou...

Patiinha...ano que vem tem mais carnaval...é tão previsível que já sabemos as datas no calendário... a gente vai se encontrar, na terça?? Vamos tentar...se precisar chorar, chore muito... é bom, que lava a alma...bj, te amo!

1 de março de 2011 21:00
Responder
Anônimo

comentou...

Minha Patinha!!!Se eu pudesse te colocar no colo e juntas chorarmos tdas as desventuras dos últimos tempos...Também tento desfarçar,mas vc sabe como sou e como disse a Lília hje,eu ñ estou aí,eu ñ vejo de perto e isso me dilacera o coraçao...Sinto q ñ estou preparada,mas também sinto felicidade ao só ter boas lembranças e qdo fecho os olhos lembrar q sim a vida vale à pena qdo existem pessoas como ele ao nosso lado,e isso sempre estará...E isso sempre nos confortará...Ñ sei como mandar mais meu amor pra vcs,ñ sei mais como pedir a ele q nos escute,pedir à Deus q opere um milagre,mas sobretudo sei a sorte q a gente tem de como vc me disse hje ter um guerreiro à quem amar tanto...Na hora q vc me disse isso ,na mesma hora eu pensei"Esse é Dao!!!" E isso é o q nos resta!!!Te amo,sempre!!!Vc ñ está só!!!Su

1 de março de 2011 23:33
Responder
Paty Michele

no comando :)

Kátia, Ju e Su
Obrigada pelas palavras e pelo carinho de vcs. Conforta mto nessas horas o apoio dos amigos de verdade que se fazem presentes, mesmo estando longe.
O meu abraço.

2 de março de 2011 08:54
Responder
Sheila Carine

comentou...

Amiga não sei o que te dizer. As vezes neste momento não temos muita coisa a dizer. O que eu quero que vc nunca esqueça, pois não cansarei nunca de repetir, é que vc pode contar comigo sempre. Pra tudo!! Principalmente do meu ombro que estara a sua disposição, sempre.... Te adoro meu bem e saiba que vc não está só.... nunca, beijos

2 de março de 2011 11:56
Responder
Aline

comentou...

Paty! Não tenho muitas palavras bonitas para te dizer, não sei bem como me expressar em momentos tão dolorosos, a leitura do seu texto me comoveu ainda mais com o momento vivido por todos nós! Te confesso que não posso nem mesmo imaginar o que seu coração está vivendo neste momento, mas, posso te desejar o conforto dos braços de Deus, somente Ele tem colo para os nossos desesperos, Ele tudo sabe, e tenha fé nas decisões dEle, pois sempre estarão certas, embora nem sempre concordamos!
Fique em paz.
Aline Ribeiro.

2 de março de 2011 13:14
Responder
Luiz

comentou...

E eu bem sei o quanto você tem sido forte. Conte sempre com este companheiro. Te amo!

2 de março de 2011 17:39
Responder
Anônimo

comentou...

PATRÍCIA... NESSAS HORAS N TEMOS MUITO O Q DIZER. SÓ QUERO Q SAIBA Q AKI TEM UM CORAÇÃO TBM TRISTE, PORÉM DELIZ DE TER TIDO A FELICIDADE DE CONHECER PESSOAS TÃO ESPECIAIS E Q NUNCA SEREMOS CAPAZES DE ESQUECER.
FORÇA PAARA ESSA NOVA FASE!
UM FORTE ABRAÇO!
SCHEILA MOURA

2 de março de 2011 20:38
Responder
Vanessa

comentou...

Sempre te achei durona, mas percebo que você está triste, muito triste. Você é uma pessoa interessante, inteligente, bonita, e as coisas doidas da vida te alcançam! Não preciso ser uma amiga de anos e anos, mas percebi. Queria tanto que você se sentisse à vontade pra pedir meu ombro, pra desabafar, pra qualquer coisa que precisar! Posso não ser íntima, mas tenho muito carinho por você e me preocupo com este momento que você está passando. Se quiser um ombro perto, pode atravessar de um prédio pro outro, viu? Força!Toda força do mundo, mãe de Bento!

2 de março de 2011 20:52
Responder
Uma Delas

comentou...

Uma garota extraordinária como vc não pode se deixar abater.
Força aí!

5 de março de 2011 12:25
Responder

Postar um comentário

Se impressionou? Então me conte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...