Palavras de Alento

2 de nov de 2011

Sobre o Câncer

Há assuntos que ficam martelando, me cercando, me rondando. E por mais que eu evite, eles retornam. O câncer é um desses assuntos. Tento há meses não falar sobre isso, não opinar sobre esse mal que está por exterminar a humanidade. 
Tá certo, a doença sempre existiu. No início as pessoas morriam cedo, de causas desconhecidas, provavelmente acometidas pelo câncer, sem sequer saber. Muitos morriam após definhar meses em cima da cama, tossindo muito. Depois veio a fase da vergonha, do medo, como se ter câncer fosse uma maldição que deveria ser escondida. Até pronunciar a palavra parecia proibido, muito referiam-se ao câncer como C.A..
Eu, que nunca tive medo de palavras, mas sim respeito e cuidado ao usá-las, repito-a quantas vezes for necessário, porque não me deixo escravizar pelas palavras, elas não podem ser mais fortes do que eu, então jogo ao vento aquilo que quero longe de mim.
Última foto de Crístian, tirada 20 dias antes de sua partida.
A maioria dos leitores deste blog sabe que acompanhei a luta que meu irmão travou durante oito meses contra o câncer. Era bonito vê-lo acreditar na própria recuperação, cuidar de si mesmo, tomar todo tipo de remédio caseiro que ensinavam... Mas era como enfiar um punhal em meu peito presenciar seu estado após as sessões de quimioterapia, a magreza, a falta de apetite, o desespero de minha mãe (esse item daria um capítulo à parte...). 
E no final do filme triste ainda tive que me conformar com a perda mais dolorosa que enfrentei nessa existência. Entender, aceitar e se acostumar com a falta de alguém que passou a vida inteira comigo foi (e ainda é) um exercício de resinação que acabou me trazendo maturidade e força. 
Quando tomei conhecimento da doença de Gianechinni me deu um aperto no coração... tão jovem, pensei, "já vi esse filme antes"... mas mesmo não o conhecendo pessoalmente, peço a Deus pela sua saúde e recuperação. Depois veio a morte do gênio Steve Jobs e agora a notícia de que o câncer acometeu também o ex presidente Lula. Imediatamente uma sequência de polêmicas foram desencadeadas nas redes sociais. Sem palavras pra expressar o meu repúdio por essa gente que se aproveita da dor alheia pra tripudiar e trazer à tona assuntos nada edificantes.
Precisamos ser mais humanos, mais solidários, mais humildes e parar de pensar que nunca vai acontecer conosco. Meu irmão era um rapaz jovem, saudável, vegetariano, vaidoso, sem vícios e que se cuidava muito! Morreu de câncer no pulmão. Alguém me explica isso? Pode acontecer com qualquer um: Uma dona de casa, um artista, um desempregado ou um presidente da república. Todos estamos suscetíveis.

PS: Um beijo aos amigos queridos, seguido das minhas desculpas pelo desabafo.
(Já são 240 dias sem aquele abraço, aquele sorriso, aquela voz...)

19 Recadinhos

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ

comentou...

Oooh minha linda...te abraço, concordo com voce e te sigo!

Beijos

( Invisiveis mas nao ausentes....e sempre amados!)

2 de novembro de 2011 11:47
Paty Michele

comandando... ♥

Oi Margoh, obrigada e apareça sempre, será um prazer.

26 de junho de 2012 14:19
Responder
ianamile

comentou...

é triste ver como pessoas se comportam diante da dor das outras. Entendo o que você sente, o que você passou e passa minha amiga. Temos que fazer a nossa parte. Divulge esse texto e me permita posta-lo como link em minha pagina. Amo você. Beijos. Mile.

2 de novembro de 2011 12:50
Paty Michele

comandando... ♥

Mile, minha amiga irmã, juntas na alegria e na tristeza, pode divulgar à vontade...

26 de junho de 2012 14:20
Responder
Anônimo

comentou...

Fico imaginando como deve ser difícil uma pessoa saber que está de câncer.Deve passar tantas coisas pela cabeça...Pra família também é complicado e muito sofredor! Portanto, a gente deve de fato respeitar muito esse momento delicado e que qualquer um de nós poderemos passar!
Lembro-me quando soube que Dão foi acometido por essa doença. Minha cabeça rodava dia e noite pensando nele.Orei por ele. Fiquei muito triste quando ele se foi e durante muito tempo as interrogações não saíram da minha mente.A gente tenta procurar explicação para tudo,não é mesmo? Outro dia , olhando minhas agendas antigas, em várias passagens Dão estava presente.É uma pena que se foi cedo demais...
Para nós ,restam as lembranças e a torcida para que ele siga o seu novo caminho com muita sabedoria e luz!
Bjs,
Jo

2 de novembro de 2011 18:05
Paty Michele

comandando... ♥

Jó, tenha certeza que Dão foi um guerreiro, ele lutou até o fim, e nós nunca deixamos que ele percebesse nossa tristeza ou preocupação. Nos mostramos sempre confiantes, assim como ele, ao lado dele, amando-o até o fim.
Um abç e obrigada pela visita.

26 de junho de 2012 14:21
Responder
Vera Lúcia

comentou...

Oi Paty,
Entende esta dor que você sente e que hoje, dia de finados, deve estar aumentada pelas lembranças.
O câncer é uma doença difícil de encarar, tanto para o enfermo quanto para os familiares. O sofrimento que gera é muito grande.
Seu irmão, hoje, com certeza, está pleno de luz e alegria.
Beijos.

2 de novembro de 2011 19:22
Paty Michele

comandando... ♥

Vera, é um alento ouvir isso de uma pessoa tão iluminada como você.

26 de junho de 2012 14:22
Responder
Kátia Tourinho

comentou...

Amiga, concordo e reforço o repúdio aos seres humanos que se acham deuses e, portanto, imunes às tragédias pessoais.
Bjokasssssssss

2 de novembro de 2011 20:24
Responder
Luiz

comentou...

Por vezes pessoas pequenas dizem bobagens sobre a vida, parecendo brincar com a realidade. Brincadeiras ridículas em relação à doença do ex presidente Lula foram lançadas em rede, machucando não só a ele, mas, também, a todos aqueles que já sentiram o câncer rondando. Essas pessoas, que sofrem de falta de amor, uma doença muito maior que o câncer, deveriam refletir sobre as próprias existências.

2 de novembro de 2011 20:47
Responder
Catia Bosso

comentou...

Querida minha! Que seu coração se envolva na mais profunda e merecida continuação da jornada!



bjsss meusss

3 de novembro de 2011 09:35
Responder
Anônimo

comentou...

tem certos filmes que temos assistir sem poder falar, que DEUS te Abencoe amiga.
Emerson Sacramento

4 de novembro de 2011 22:48
Responder
Anônimo

comentou...

Não peça desculpas por ser coerente, sensível e honesta de sentimentos. Pessoas precisam crescer e aprender que a vida é sublime, que a dor pode ser passageira (ou não), que tudo é eterno...
Malu Cardoso

4 de novembro de 2011 22:49
Responder
Anônimo

comentou...

Meu Deus ,8 meses de saudades, justamente hoje. Muito marcante. Muita Luz prá você amado sobrinho.
Lair Nicory Muniz

4 de novembro de 2011 22:55
Responder
Anônimo

comentou...

Não há uma explicação perfeita, nem uma resposta exata, mais uma certeza, há um tempo pra todas as coisas.
Weik Lemos

4 de novembro de 2011 22:55
Responder
Anônimo

comentou...

Não busquemos explicações nas coisas da vida, porque a vida não nos pertence. Tudo isto aqui é uma ilusão que se esvai, desaparece, dissolve no ar. O que fica é o sentimento mais poderoso e grandioso: o amor. É preciso amar, as pessoas como se não houvesse amanhã.

5 de novembro de 2011 01:06
Paty Michele

comandando... ♥

Essa certeza, de que o amei muito, e de que fui tbm amada por ele, eu tenho. E esse amor não morreu.
um abraço, mesmo não sabendo quem postou isso.

25 de junho de 2012 22:24
Responder
A INCRÍVEL falível

comentou...

Solidária. Coração apertado. Força pra você e muita luz para ele agora em um nível superior. Bjs.

7 de novembro de 2011 03:03
Paty Michele

comandando... ♥

Obrigada pelo carinho, Val.

25 de junho de 2012 22:27
Responder

Postar um comentário

Se impressionou? Então me conte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...