Palavras de Alento

27 de set de 2010

A história secreta da Mulher Só e do Homem Sem Tempo

Capítulo XV
A vida noturna em Barcelona era intensa. Não fazia parte dos hábitos das pessoas daquele lugar darem festas em suas casas, entretanto, como havia uma quantidade enorme de casas noturnas, eles costumavam sair quase todas as noites. Comemorava-se tudo.
Logo que mudou-se para o apartamento da garota francesa, saiu com ela muitas vezes, embriagou-se em algumas, divertiu-se, depois voltou a enfurnar-se em casa, a estudar. Se continuasse naquele ritmo, certamente perderia a medida das coisas e fatalmente teria problemas no futuro.
Numa dessas saídas, conheceu um músico catalão, que ganhava a vida como DJ em alguns bares dançantes da cidade. Ele era amigo da garota francesa e estava sempre por perto, com seu sorriso aberto e os olhos incrivelmente azuis. Ofereceu-se para ajudá-la com o idioma, já que suas aulas na UB eram ministradas em Catalão, e não em Espanhol, idioma que ela dominava.
Conversaram animadamente numa boate e no final da noite, ele tentou beijá-la, mas a Mulher Só esquivou-se. Não que ele fosse desinteressante, mas como ela costumava racionalizar demais, achou por bem não perder o foco de sua estada naquele país.
Definitivamente, não era o momento de envolver-se.
To be continued

6 Recadinhos

Kátia Tourinho

comentou...

Poxa, será que dá para A Mulher Só racionalizar menos e beijar mais? rsrsrsrs Uauuuuuuu... um catalão, sorriso aberto e olhos azuissssssssssss! Como é que essa criatura perde uma oportunidade dessas? kkkkkk

27 de setembro de 2010 20:13
Responder
A viajante

comentou...

Essa MS logo, logo vai entender que a vida é uma só e por isso, razão deve andar junto com a emoção...

27 de setembro de 2010 20:14
Responder
Carol Fonseca

comentou...

putz,ela perdeu uma oportunidade... afinal,tava lá nè,o momento,os olhos azuis,o sorriso aberto... aiai...

27 de setembro de 2010 22:56
Responder
Luiz

comentou...

Esse é o risco da tentativa de roubar um beijo... Mas esse risco vale a pena. Beijos

28 de setembro de 2010 09:42
Responder
Bárbara

comentou...

A mulher só ás vezes deveria não pensar! Nem quero contar o que eu faria com esse catalão de olhos azuis! hihihihi

28 de setembro de 2010 13:14
Responder
Antonio de Aruanda

comentou...

Recomendo que a MS se drogue um pouco já que é tão difícil, por meios naturais, uma libertação de atitudes. Beijo.

30 de setembro de 2010 08:15
Responder

Postar um comentário

Se impressionou? Então me conte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...