Palavras de Alento

13 de jan de 2010

Corações em frangalhos


“Quem inventou o amor / Me explica por favor
Quem inventou o amor / Me explica por favor
Vem e me diz o que aconteceu... faz de conta que passou...
Quem inventou o amor / Me explica por favor
Quem inventou o amor ...”


Podem dizer que estou revoltada, melancólica, com TPM ou até dor de corno. Deve ser mesmo um pouquinho disso tudo. O fato é que meus dedos não conseguem, ao olhar pra essa tela, escrever nada mais otimista.
Estou passada, parece que a parcela masculina da humanidade tem um poder absurdo de me surpreender negativamente, e isso vai fazendo com que o meu coraçãozinho prolongue suas férias indeterminadamente...
Explico: Namoro de 3 anos, ambos profissionais de sucesso, beirando os 30 anos, casamento de conto de fadas, com toda pompa, uma linda casa pra morar, planos de filhos... 6 meses depois, pasmem, ela descobre que ele tinha outra há 1 ano e meio!!!
Péssima mania nós mulheres temos de construir castelos de areia com príncipes que parecem ter sido feitos com o mesmo material. A gente sonha, inclui o outro numa viagem que parece ser só nossa, e não sei porquê cargas d’águas eles embarcam se sua natureza polígama não está pedindo isso.
Triste é ver o estado em que ela se encontra. Acho que me sensibilizei tanto porque lembrei de mim, pouco mais de um ano atrás (quando passei pela situação mais difícil de minha vida): Magra, sem brilho, sem perspectivas, sem chão. Não conseguia sorrir, nem encarar ninguém, tentando tirar forças não sei de onde, pra cuidar de meu filho, então com 7 meses.

Querida, sei que essas palavras podem não fazer sentido agora, mas acredite: Isso vai passar! Sábias são as palavras do Pe. Antonio Vieira: “Tudo cura o tempo”.

(Adorei a frase ao lado, não podia deixar de postar!!!)

6 Recadinhos

A viajante

comentou...

Quanta coragem, Patiinha!
Isso mostra o quanto amadureceu e 'perdeu' muitos dos seus medos. Mostra também que a estima está em ótima forma! Como diz vc: adorooooooo
Amei ler isso e saber que 'tudo cura o tempo'.
A foto do bolo, perfeita!!!
"...porque toda palavra vale nada, quando chega o amor..." Continuemos.

16 de janeiro de 2010 11:29
Responder
A viajante

comentou...

E garanto que quase às vésperas de um novo aniversário, esse texto fez parte do rol de coisas que precisavam ser ditas( escritas), para liberar energia para o novo. Inferno astral, que nada! Kkkkkkk

16 de janeiro de 2010 11:30
Responder
Emília Simões

comentou...

Pat,
descubri hoje o seu blog, adorei!
realmente nada como o tempo pra curar nossas feridas.
mas eu acredito muito nas relações,e por aí deve ter bons homens,estou procurando kkkk
muitas felicidades pra vc,sucesso em tudo e nessa carreira de blogueira!
Emília

23 de janeiro de 2010 19:11
Responder
Elas

comentou...

Nos vingamos deles escrevendo sobre eles.
Acesse nosso blog e veja como é fácil.

18 de março de 2010 22:30
Responder
Bruno Scarblits

comentou...

Gentee...essa foi a melhor pare desse blog!!!

2 de maio de 2010 19:09
Responder
Anônimo

comentou...

Vc sabe

21 de maio de 2010 14:11
Responder

Postar um comentário

Se impressionou? Então me conte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...