Palavras de Alento

24 de fev de 2012

A história secreta da Mulher Só e do Homem Sem Tempo

Capítulo XXXIV

Não o via há semanas e pouco haviam se falado nos últimos meses. A distância estava sendo cruel com eles. Apenas as lembranças das noites tórridas acalantavam sua saudade. Ele constantemente enviava-lhe mensagens românticas e declarações apaixonadas, mas falavam-se pouco. Ela estava aborrecida com aquela relação e acreditava que todo o empenho dele em demonstrar seu afeto seria no intuito de não fazê-la desistir da história deles. Ela chegara a mencionar a possibilidade de por um fim a tudo, mas ele o fizera crer que o amor que sentiam seria eterno. 
Ia tocando os seus dias, estudando, lendo muito e escrevendo sua dissertação. Quase não saía mais de casa para divertir-se ou conhecer outras pessoas. Sentia-se presa a um homem que não estava ao seu lado, que não era seu. Isso a deprimia. 
Entrou em crise consigo mesma, questionou suas escolhas, seu modo de vida, sua solidão. Já bastava de tristeza e melancolia, não suportava mais sofrer com a espera de algo que parecia cada vez mais distante de sua realidade. 
Afinal por que se deixara envolver por um homem como ele, comprometido até a alma, se lá fora um universo inteiro de possibilidades batia à sua porta...?

To be Continued

17 Recadinhos

A viajante

comentou...

Universo inteiro? Manda o endereço... risos...

24 de fevereiro de 2012 16:59
Responder
A.S.

comentou...

Uma delicia ler-te!...


Beijos,
AL

24 de fevereiro de 2012 17:15
Paty Michele

comandando... ♥

Bom saber. Leia sempre, AL.

beijos

24 de fevereiro de 2012 17:35
Responder
Luiz

comentou...

Já está na hora da MS deixar de ser só. O HsT está precisando "tomar um pé". Rsrs. Beijos!

24 de fevereiro de 2012 17:30
Paty Michele

comandando... ♥

Vai rolar, Luiz, aguarde e lerá!

bjãozão!

24 de fevereiro de 2012 17:37
Responder
Vera Lúcia

comentou...

Oi Paty,

Tomara que ela parta para a vida. O que ela teria a perder, se já nada tem
em termos de companhia e amor?

Adorei a leitura.

Ótimo final de semana.

Beijos.

24 de fevereiro de 2012 19:02
Paty Michele

comandando... ♥

Pois é, Vera, a MS tá precisando de um amor presente!

bjão e valeu a visita.

24 de fevereiro de 2012 20:28
Responder
ALUISIO CAVALCANTE JR

comentou...

Olá.

Há palavras
que tem o maravilhoso
poder de nos fazer viajar
nos pensamentos...


Que sempre existam
sonhos a habitar teu coração.

24 de fevereiro de 2012 21:02
Paty Michele

comandando... ♥

Obrigada por deixar suas impressões, Aluísio Cavalcante Jr.

Volte sempre!

24 de fevereiro de 2012 22:22
Responder
Antonio de Aruanda

comentou...

Baby, o negócio é o seguinte: se a relação não está fluindo - game over! Tá na hora de a Mulher deixar de ser, verdadeiramente, Só.

24 de fevereiro de 2012 23:10
Responder
Van

comentou...

Oi Paty,

o retrato de tantas relações este que você acaba de descrever, vão se arrastando presos ao que foram e não ao que são, mas tudo pode ter outro destino do mesmo jeito que se distanciaram pelas circunstâncias, poderão se reaproximar, ou não, aguardo as próximas cenas.

Beijos!

Ps: Vou lá no Foi Assim, viagem é comigo mesma.

25 de fevereiro de 2012 01:49
Responder
rui

comentou...

Um amor assim como voce o descreve pode ter varios finais.. depende muito dos interpretes....depende se o afastamento é de preposito ou se é pelas cincunstancias da Vida...certo que o amor diario o carinho o sentir a presenca torna tudo mais forte..se o afastamento é por coisas que um dia os dois podem beneficiar..entao sera bom que falem....pois tem que ser muito fortes..muito mesmo..cada um vai andar livre..cada um pode sentir tentacoes cada um pode ser assediado....se nao se aguenta a pressao..penso que será melhor terminar do que haver traicoes......

um bom fim de semana
foi um prazer tar aqui
um beijo
rui

25 de fevereiro de 2012 14:52
Responder
Carol

comentou...

Aii gente,essa mulher só sofre demais!

25 de fevereiro de 2012 23:25
Paty Michele

comandando... ♥

Carol, sumidinha, que bom que vc voltou a ler essa história. Prometo acabar com esse sofrimento.

beijos!

26 de fevereiro de 2012 10:07
Responder
Antonio Pereira (Apon)

comentou...

Olá Paty!

Bom texto. Gosto de quero mais.

Passando para agradecer a visita e comentário no A arte da vida.

Um abração soteropolitano e uma boa semana.

26 de fevereiro de 2012 12:16
Responder
Maria José Rezende

comentou...

Olá amiga. Passando aqui para lhe dizer que estive fora, descansando. Voltarei assim que puder. Beijos.

26 de fevereiro de 2012 22:13
Responder
Lívia

comentou...

situação difícil essa, mas se eu fosse ela terminava mesmo e partia pra outra.

escreve mais, Patty.

27 de fevereiro de 2012 11:00
Responder

Postar um comentário

Se impressionou? Então me conte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...