Palavras de Alento

5 de jan de 2011

A história secreta da Mulher Só e do Homem Sem Tempo

Capítulo XX

Quase não pregara os olhos na noite anterior, ansiosa pelo dia que insistia em não raiar. Tomou um comboio logo cedo e chegou a Lisboa bem antes do combinado. Estava nervosa. Ansiava por revê-lo, mas ainda temia o que pudesse acontecer.
Adentrou o Hotel Tivoli, e logo o viu sentado num sofá, de frente para a porta. Recebeu-a com um sorriso enorme e um caloroso abraço.
- Como vai, minha querida?
- Melhor agora – respondeu sorrindo, enquanto encaminhavam-se para a saída.
Ele havia alugado um carro e a levou para almoçar num restaurante próximo à praia. Beberam vinho e conversaram animadamente. Ela quase não comeu, olhava pra ele como nunca o fizera, penetrando em seu olhar. 
Em dado momento, não conteve-se e num ímpeto, tocou seu rosto, dizendo:
- Eu amo essas rugas em torno dos seus olhos.
Aquilo soou estranho, até mesmo pra ela. Não queria dizer que tinha reparado que ele havia envelhecido, mas ressaltar a beleza da maturidade dele. Uma maturidade que ela admirava por se refletir nas atitudes e na conversa dele, não apenas no rosto.
- Ama? – perguntou, fitando-a com malícia no olhar, trazendo-a de volta de seus devaneios.
Riu e desviou o olhar. Não conseguiria explicar-se, por isso nem tentou. Riram juntos e após o almoço caminharam um pouco pela calçada, até o local onde o carro estava parado. Ela consultou o relógio. Passava das 3 da tarde.
- E o congresso?
Ele deu de ombros, aproximou-se, e ela percebeu que não havia mais saída. Precisava se posicionar, mas sentia medo:
- Eu preciso voltar.
- Tem certeza? – ele recuou, olhando-a nos olhos
Antes que respondesse com a sinceridade que seu coração pedia, ela fechou os olhos e balançou a cabeça afirmativamente. Entraram no carro e foram em direção à estação. Conversaram pouco no trajeto. Ele lançou-lhe olhares extremamente perturbadores, e ela, apesar de sentir-se encurralada, sabia que não poderia adiar mais aquele momento.
Quando ele parou o carro, ela pensou em sair rápido, logo após agradecer pelo almoço e pela companhia, mas ele enlaçou-a pelo pescoço e beijou-a de forma intensa.
Não houve como fugir, só lhe restou entregar-se e corresponder àquele beijo ansiado, profundo e marcante, que selou o início da história de um grande amor.


To be continued

8 Recadinhos

Uma Delas

comentou...

essa história não está mais tão secreta assim...risos....não há como não encantar-se com um homem sem tempo, num lugar paradisíaco, tomando vinho e olhando nos olhos!

5 de janeiro de 2011 09:53
Responder
Jujuba

comentou...

Eita, que delícia! Tomara que ela perca o trem e encontre um novo destino!

5 de janeiro de 2011 11:17
Responder
Kátia Tourinho

comentou...

Uauuuuuuuuuuuuuu.... Finalmente a MS não estava sozinha e o HST estava com tempo suficiente para saborear deliciosos momentos de amor. Bjs

5 de janeiro de 2011 15:47
Responder
Luiz

comentou...

Vamos soltar fogos. Rsrs Esse foi o capítulo top. Beijos

5 de janeiro de 2011 17:02
Responder
Raquel Almeida

comentou...

Finalmente, o beijo mais esperado desta historia demorou mais aconteceu.

6 de janeiro de 2011 15:35
Responder
Antonio de Aruanda

comentou...

AAAAAAAAAAÊÊÊÊÊÊ!!!

9 de janeiro de 2011 21:27
Responder
Paty Michele

no comando :)

Só mesmo um público mto fiel pra esperar 20 capítulos pra ver (ler) um beijo!

Adoooooro!

14 de janeiro de 2011 12:02
Responder
Lívia

comentou...

Sou ansiosa por natureza porisso li primeiro o final da história. tomara que agora ela não fique mais só.

14 de janeiro de 2011 12:19
Responder

Postar um comentário

Se impressionou? Então me conte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...