Palavras de Alento

28 de set de 2012

Sobre a tal esperteza

Imagem daqui
Alguns posts surgem de eventos cotidianos que vivenciamos e que poderiam perfeitamente passar despercebidos, mas que, no meu caso, se eu não escrever, eu não sossego.
Queria falar sobre o quanto ainda precisamos caminhar pra tornar o mundo em que vivemos um lugar melhor, habitado por gente que se respeita, se valoriza e faz a sua parte para que as coisas funcionem melhor. Temos que caminhar muito, sobretudo no sentido de nos tornarmos pessoas melhores.
Ultimamente tenho lançado um olhar mais apurado para certas situações. E repudiado atitudes de algumas pessoas. É tanta gente querendo se dar bem em cima dos outros, se achando esperta, tentando enganar da forma mais ordinária e rasteira, tentando ganhar a vida "no mole", que assusta! 
E olhe que eu não estou falando de políticos, nem de vigaristas profissionais, mas daqueles "espertinhos" que estão perto de nós, em casa, no trabalho, na fila do cinema ou numa loja no shopping. Aquelas pessoas que não devolvem o troco a mais que o caixa do supermercado passou por engano, aqueles que não avisam quando você deixa cair a carteira, ou esquece o celular num restaurante. 
Se isso é ser esperto, prefiro ser "besta", pois fico indignada com essas situações, que são corriqueiras, e que muitos consideram "bobagem". Mas são essas pequenas bobagens que vão formando o caráter. Ou acabando com ele lentamente. 
Achava que já havíamos superado aquela história do "levar vantagem em tudo", do "jeitinho brasileiro", mas descobri que ainda precisamos caminhar muito rumo à evolução, porque esse tipo de prática só prova o quanto estamos aquém de nos tornamos uma nação de valor.

PS: Lembrando que eu também sou uma criatura cheia de falhas, defeitos e limitações. Mas tentando acertar e evoluir!

33 Recadinhos

Maria Adeladia

comentou...

Paty, boa noite! Como está vc, minha querida?

Gostei das suas colocações. Penso assim também.
Acredito que através de más ações...mesmo que sejam "pequenas", vai tomando raízes...., até que transforme a personalidade de alguém, para o lado cruel e indígno, infelizmente!

Tento ser o mais honesta possível com todos que convivo, ou no trabalho, em casa, em todos os locais! Assim como vc, também prefiro ser "besta", do que "espertinha", tomando o que não me pertence.

Parabéns por esta postagem, pois é um caso da vida real!

Beijos linda e um ótimo fim semana sempre com Deus ao seu lado.

28 de setembro de 2012 20:18
Paty Michele

comandando... ♥

Vamos fazendo nossa parte, meu anjo. Eu, como professora, tento educar meus alunos numa outra lógica, mas o universo de muitos ainda é este.
Triste!

Um beijão pra vc.

30 de setembro de 2012 11:30
Responder
Lu Cidreira

comentou...

Já pirei por acontecimentos dessa natureza, e, o pior é que quem fica atabalhoados somos nós.
Muito boa sua abordagem. Parabéns mesmo.
Abraço

28 de setembro de 2012 21:27
Paty Michele

comandando... ♥

Os bons é que sofrem, Lu!

Abração.

30 de setembro de 2012 11:29
Responder
A viajante

comentou...

A lei de gerson (ops).. risos... adorei o post... essa tal esperteza não serve nem pra rotular cariocas cheios de manhas... ser esperto é fazer o bem, pensar no coletivo, e menos no umbigo. Beijo, amiga!

28 de setembro de 2012 21:53
Paty Michele

comandando... ♥

Coitado dos bons Gersons... pq aquele Gerson, da lei, só maculou nossa imagem!

Um bjão, amiga.

30 de setembro de 2012 11:26
Responder
Sérgio Santos

comentou...

Disse tudo, Paty. Infelizmente as pessoas honestas são estigmatizadas como 'trouxas' por alguns. Hoje mesmo, coincidência ou não, tentaram me passar o golpe do cartão de crédito querendo os meus dados. Impressionante como estamos cada vez mais cercados e encurralados! Beijos e bom fim de semana.

29 de setembro de 2012 03:10
Paty Michele

comandando... ♥

Se acham espertos e vivem aplicando velhos golpes... tsc, tsc,tsc...

Um abraço, Sérgio, e se liga!

30 de setembro de 2012 11:28
Responder
✿ chica

comentou...

Tens total razão:precisa muito tempo ainda pra que essas coisas deixem de acontecer... Achar que os outros são idiotas e eles os espertalhões.Mas isso tem o triste exemplo dos políticos, por exemplo,não? PENA! beijos,chica

29 de setembro de 2012 06:29
Paty Michele

comandando... ♥

São mesmos dignos de pena, não dá pra ficar se envenenando com raiva por causa dessa gente.

Hj eu tô que tô!

bjo, Chica.

30 de setembro de 2012 11:27
Responder
Vinícius Silva

comentou...

É verdade, o mundo seria muito melhor sem esse tipo de coisa!!

29 de setembro de 2012 12:48
Paty Michele

comandando... ♥

Um dia teremos, Vinícius. Se Deus quiser!

30 de setembro de 2012 11:36
Responder
Vera Lúcia

comentou...


Olá querida Paty,

Apoiada em gênero, número e grau (rsrsrs). Realmente e infelizmente ainda estamos rodeados destes "espertinhos", que lá na frente irão se dar mal. Com certeza, receberão o troco nas esquinas da vida.
O mundo somente será melhor quando o ser humano aprender a respeitar o próximo e o que é do próximo. O tal do "jeitinho brasileiro" é também algo desconcertante e repugnante.

Ótimo final de semana.

Beijo.

29 de setembro de 2012 18:02
Paty Michele

comandando... ♥

É incrível que tanto tempo tenha se passado e o povo ainda não tenha se dado conta de que esse comportamento não edifica nada.

Bjo, Verinha.

30 de setembro de 2012 11:25
Responder
Patricia Galis

comentou...

Bela reflexão tbm não suporto mais pessoas assim, espero que isso evolua e que no final percebam que são ridículos e não inteligentes.

30 de setembro de 2012 02:41
Paty Michele

comandando... ♥

O que nos resta é fazermos a nossa parte e esperar as futuras gerações.
Um abraço, Patrícia.

30 de setembro de 2012 11:23
Responder
Bia Hain

comentou...

Paty, adorei seu comentário que não deveria estar em letras pequenas. Aí está a grande diferença. Falha todos temos , mas nos tornamos cada vez melhor quando buscamos melhorar e acertar. As pessoas de hoje simplesmente preferem se acomodar e levar vantagem do que buscar evoluir como ser humano. É lamentável e compreendo sua indignação. Um abraço!

30 de setembro de 2012 11:47
Paty Michele

comandando... ♥

Vou editar e ampliar a fonte, Bia. Acho importante a gente se colocar como ser humano falho, quando apontamos os defeitos alheios.

Um beijo querida e obrigada pela presença aqui.

30 de setembro de 2012 11:52
Responder
Antonio Pereira Apon

comentou...

Olá, Paty.

Concordo com você. E digo mais, os nossos políticos sçao um retrato da sociedade que os elege. Continuarão desonestos, enquanto patrulhar-mos os erros alheios e descuidar-mos dos nossos.

Um abração e uma boa semana.

30 de setembro de 2012 12:29
Paty Michele

comandando... ♥

Excelente conclusão, Antonio! Eu não teria elaborado nada melhor!

Um abraço forte.

30 de setembro de 2012 17:47
Responder
Anne Lieri

comentou...

Pathy,tem razão!Parece que o mundo inverteu todos os seus valores!Tb me sinto triste e indignada muitas vezes com pessoas que vencem puxando o tapete de outro!Bjs e bom domingo!

30 de setembro de 2012 12:41
Paty Michele

comandando... ♥

Eu boto a boca no trombone, Anne. rsrsrs

bjão!

30 de setembro de 2012 18:12
Responder
REINVENTANDO

comentou...

Acho que os valores da sociedade estão invertidos a cada dia que passa..cada dia estou mais seletiva com as pessoas que fazem parte do círculo de amizade..Bjs.Sandra

30 de setembro de 2012 19:41
Paty Michele

comandando... ♥

Sandra, essa pode ser uma solução, mas no ambiente de trabalho fica difícil, pq vc é obrigada a conviver (mas não a ter amizade) com essas pessoas.

Bjs.

1 de outubro de 2012 13:01
Responder
Nanna Cunha

comentou...

Que lindo texto! Realmente o mundo anda mal frequentado e precisamos fazer a nossa parte para tentar melhora-lo.
Boa semana Flor!
Fica com Deus!
Beijo!

http://nannacunha.blogspot.com.br

30 de setembro de 2012 20:13
Paty Michele

comandando... ♥

Eu faço a minha parte, Nanna, educando meu filho e meus alunos. Acho que vamos precisar de mais duas gerações pra tornar esse país honesto.

Beijão.

1 de outubro de 2012 13:05
Responder
Vanda

comentou...

Sobre essa tal esperteza, é isso que também tenho visto. E quando se tem uma empresa também é muito complicado. Semana passada tive um problema muito estressante aqui, por esses motivos que vc relatou, a pessoa querendo se dar bem a qualquer custo, coisa que se torna rotina... Infelizmente.
Mas uma coisa te digo amiga: Prefiro mil vezes ser assim, com meus valores e princípios, mesmo que tendo algum prejuizo. Porém me deito tranquila e durmo, com a consciência de que faço o melhor, pelo menos tento.
E como vc disse, somos falhos sim, mas não somos falhos no caráter.

Olha esse post que escrevi em 2010: http://www.planetadablogueira.com/2010/03/honestidade-tudo-de-bom.html

Beijo querida, ótima semana!!!

1 de outubro de 2012 10:54
Paty Michele

comandando... ♥

Li seu texto, amiga e gostei muito.
Esse tipo de atitude começa mesmo em casa, vem de berço.

Imagino o que vcs empresários devem passar...

bjão.

1 de outubro de 2012 13:08
Responder
Marcelo Pirajá Sguassábia

comentou...

Independente do que tenha ocorrido (parece ter havido um post/mensagem/comment desencadeador do seu texto), apoio plenamente e faço minha sua indignação. Um beijo, Paty.

1 de outubro de 2012 13:16
Paty Michele

comandando... ♥

Digamos que tenha sido um evento REAL o desencadeador do post, Marcelo.

Gostei da perspicácia!

bjão.

1 de outubro de 2012 17:48
Responder
Lidiane Franqui

comentou...

Oi Paty!

Apreciei muito seu texto e compartilho da sua indignação. Você está correta: ainda precisamento caminhar muito para evoluir a ponto de respeitar o outro e sobretudo nos respeitar. Somos ainda seres muito falhos (uns mais do que os outros), cheios de arestas para aparar. Realmente é nas pequenas atitudes que se molda o caráter!

Grande abraço lindona e boa semana!

2 de outubro de 2012 09:42
Responder
Sissym

comentou...

Querida Paty,

Lendo seu texto, eu me lembrei de uma amiga, quando gravida, precisou ficar de repouso absoluto. Sempre trabalhou com comercio e mantinha uma fabrica de roupas femininas. Contudo, afastada, percebeu muito problemas e resolveu fechar a fabrica e a loja. Todos funcionarios a colocaram na justiça, reivindicando coisas que nem tinham o que reclamar. Ela ficou muito decepcionada. Quando pôde voltar a trabalhar, optou novamente pelo comercio, mas desta vez sem produzir nada, apenas revendendo.

Bom final de semana,
Beijos

6 de outubro de 2012 17:00
Responder
Herlan Santos

comentou...

Olá Paty.

A cada dia que passa mim dá um desanimo total de viver junto com a sociedade.
Moro em um lugar que está ficando muito perigoso e que ultimamente está como uma das cidades mais violentas do Brasil, não sei onde todos nós iremos chegar.

Abraços!

25 de outubro de 2012 13:42
Responder

Postar um comentário

Se impressionou? Então me conte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...