Palavras de Alento

27 de jul de 2012

A história secreta da Mulher Só e do Homem Sem Tempo

Capítulo XL

Chegara no Brasil há uma semana e desde então não tivera um minuto de tranquilidade. Não era apenas pela dor de ver seu pai internado numa Unidade de Terapia Intensiva, sentia culpa por ter-se ausentado tanto, medo de perdê-lo e ainda teve que engolir as palavras duras que sua irmã lhe lançara, acusando-a de estar ausente e não dar a devida atenção que sua família necessitava e merecia.
Após cinco dias, seu pai fora para o quarto e ela passara essa noite ao lado dele, velando seu sono, acompanhando cada movimento e relembrando bons momentos vividos ao lado dele. Talvez sua irmã estivesse mesmo certa, concluíra, ao raiar do dia. Ficaria no Brasil o tempo que fosse preciso, até ver seu pai recuperado.
Passava das oito da manhã, quando a companheira de seu pai chegou para passar o dia com ele.
- Vá pra casa descansar, meu anjo. As noites no hospital são muito cansativas.
Uma enfermeira trouxe medicação para seu pai e anunciou que o médico plantonista já viria vê-lo. Ela então entrou no banheiro para arrumar-se e ir embora. Escovou os dentes, prendeu os cabelos e olhou a aparência abatida no espelho. Estava lavando o rosto quando escutou uma voz familiar. Era o médico.
- Bom dia! Eu faço parte da equipe que vai fazer a sua cirurgia amanhã. Como o senhor está se sentindo hoje? Espero que o seu quadro continue evoluindo, assim poderemos...
Imagem daqui
"Oh, Deus, por favor, não!". Pensou alto, numa súplica desesperada. Era o Homem Sem Tempo, reconheceria essa voz aonde quer que fosse. 
Como poderia o destino ser cruel a esse ponto? Encostou-se na porta, sem coragem para sair dali. Agora ele conversava com sua madrasta, falavam mais baixo, provavelmente sobre a cirurgia. Abriu uma fresta na porta por onde pode vê-lo, de costas, tinha o cabelo bem aparado e vestia um jaleco branco. Teve a sensação do perfume dele invadindo suas narinas.
Fechou a porta do banheiro novamente e esperou que ele se fosse, para então voltar ao quarto.
- A cirurgia de seu pai foi marcada para amanhã, às nove horas. Você virá? - perguntou a madrasta, quando ela retornou ao quarto.
- Sim, claro. Vou chegar cedo. - respondeu titubeando, mas com a certeza de que àquela altura não podia mais fugir.

To be Continued

18 Recadinhos

Vera Lúcia

comentou...

Oi Paty,

E ela fugindo...Ironia da vida (rsrsrs).
Pior que pode acontecer também na vida real.

Adorei, querida.

Ótimo final de semana.

Beijo.

28 de julho de 2012 01:16
Paty Michele

comandando... ♥

Ela foge para não ser acusada de não tentar ficar longe dele... Mas na vida real, acho isso pouco provável. É coincidência demais!

Um bjão, Verinha.

28 de julho de 2012 11:57
Responder
A viajante

comentou...

Pra que fugir, se o melhor ainda está por vir? Ih, rimou... o amor nos deixa assim: perplexos.

28 de julho de 2012 11:28
Paty Michele

comandando... ♥

Perplexa. Esse é o adjetivo. Deveria tê-lo usado... rsrs

um bjo, Ju.

28 de julho de 2012 11:59
Responder
António Jesus Batalha

comentou...

Olá , seu blog é muito bom, e desde já quero dar-lhe os parabéns, meu nome é: António Batalha, e quero deixar-lhe um convite, se quiser fazer parte de meus amigos virtuais no blog Peregrino E Servo ficarei muito radiante. Claro que irei retribuir seguindo também seu blog.Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que Seja feliz você e sua casa.

28 de julho de 2012 12:58
Responder
Antonio Pereira Apon

comentou...

Olá Paty.

A vida surpreende. O destino conspira. Não adianta fugir.

Respondendo a seu comentário no Blog:

Pois é. ensino formal, sem educação doméstica. Pouco ou nada adianta. Tem muito analfabeto infinitamente mais bem educado.

Quanto a blogagem coletiva. Será 31 de agosto (dia do Blog). Basta postar nesse dia em seu Blog um texto sobre as relações de amizade, construídas através da arte de Blogar. Depois publique nos comentários da nossa postagem: Blogando entre amigos uma pequena frase alusiva ao dia, junto com o link do seu post que será compartilhado no Twitter e Facebook.

Um abração e bom final de semana.

28 de julho de 2012 14:38
Paty Michele

comandando... ♥

Ok, Antonio, vou pensar em algo bem legal.

um bjo

28 de julho de 2012 15:53
Responder
Cla

comentou...

Paty,

Qual será o mistério dessa mulher?
Eu volto aqui para continuar com essa história enigmática... Mas pelo que muito há por vir.

Uma ótima noite querida, tenha um bom domingo.
Beijos.

28 de julho de 2012 22:58
Paty Michele

comandando... ♥

Clarice, ainda tem muita história por vir, mas te garanto que o HST é bem mais nebuloso que a MS.
Um bjo e obrigada pela sua visita.

29 de julho de 2012 09:48
Responder
Sissym

comentou...

Paty, eu procuro ter tempo, especialmente para as pessoas muito importantes. Quando eu tive dengue, francamente, nao sei como fiquei em pé! Mesmo assim, não faltei um dia sequer de ver minha filha, busca-la e leva-la. Um dia nem sabia como consegui sair de casa, mas por amor a ela, por ser pequena, eu cumpri. É que não se sabe o dia de amanha, o melhor é não perder as oportunidades.

Beijos

28 de julho de 2012 23:52
Responder
Sérgio Santos

comentou...

Adorei, Paty. Muitas vezes a fuga não adianta e não tem como escapar de uma determinada situação. Esse "to be continued" é que irrita!! rsrs bjsss Bom domingo! =)

29 de julho de 2012 02:17
Paty Michele

comandando... ♥

Sérgio, meu querido, eu sinto muito, mas a história continua, não dá pra contar tudo num post só! rsrsrs
bj

29 de julho de 2012 09:46
Responder
Cecilia sfalsin

comentou...

Se ela tinha certeza que não podia mais fugir é porque amadureceu para a realidade da vida...de uma forma dolorosa...mas acreditando que tudo daria certo..

Beijos e lindo domingo pra ti

29 de julho de 2012 08:45
Paty Michele

comandando... ♥

Cecília, a MS tem lá suas razões pra fugir do HST...

Um bjão e um ótimo domingo!

29 de julho de 2012 10:09
Responder
Edson Marques

comentou...

Refinadamente impressionante!
E bem escrito.

Para mim, o destino é uma deliciosa sucessão de acasos.

Flores...

29 de julho de 2012 14:11
Paty Michele

comandando... ♥

Ahhhhhhhhhhhh, o elogio de um escritor de verdade!!!!
Tudo que eu precisava!
Obrigada pela presença e pelas palavras, Edson.
Um abração!

29 de julho de 2012 16:25
Responder
Antônio Aruanda

comentou...

Que reviravolta da zorra! Fiquei zonzo...

29 de julho de 2012 21:18
Responder
Carol

comentou...

Gente! Mas a vida é muito engraçada né!

2 de setembro de 2012 23:04
Responder

Postar um comentário

Se impressionou? Então me conte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...