Palavras de Alento

24 de ago de 2013

12 livros em 12 meses


A Bia Hain, do blog Revolta e Romance, me indicou essa TAG. Trata-se de um projeto bacana, que tem incentivado muita gente a ler mais. Ele já existe há algum tempo, mas as pessoas podem ir aderindo à medida em que forem conhecendo. As regras são:

1) Divulgar o projeto 12 livros em 12 meses em seu blog e informar o link. (clique aqui)

2) Indicar neste post 12 livros que serão lidos (ou já lidos esse ano) indicando seus favoritos.

3) Indicar o maior número possível de blogs para participar e avisá-los.

Então vamos lá! Listei e colori os livros abaixo da seguinte forma: 
Livros lidos de verde, os que estou lendo de azul, e os que pretendo ler ainda em 2013, de vermelho. Os favoritos estão em negrito.
Só depois de fazer a lista percebi que estou lendo pouco esse ano. Abandonei um livro (4), coloquei dois na geladeira (5 e 6) e dedico meu curto tempo à leitura do 7, um verdadeiro manual de como viver em paz. Dos quatro que pretendo ler, um já comprei. \o/
#Oremos #TáPuxado
  1. Tempo de Esperas - Padre Fábio de Melo
  2. Doidas e Santas - Martha Medeiros
  3. A comédia dos anjos - Adriana Falcão
  4. Sobre homens e lagostas - Elisabeth Gilbert
  5. A educação segundo o Espiritismo - Dora Incontri
  6. Por quê comigo? - Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho
  7. O Profeta - Khalil Gibran
  8. O Evangelho segundo o Espiritismo - Allan Kardec
  9. Etéreos - Lília Uzêda
  10. A elegância do ouriço - Muriel Barbery
  11. Bento - André Vianco
  12. A Gênese - Allan Kardec
Não vou indicar ninguém dessa vez, quem despertar o interesse em divulgar suas leituras, fique à vontade para levar a TAG, só não esqueça de me avisar.

Beijão!

19 de ago de 2013

Por que sou ativista da amamentação? - BC

           


Essa é a segunda edição da Blogagem Coletiva, uma iniciativa dos blogs Luz de Luma, yes party! e Desabafo de mãe. Não participei da primeira, mas como me identifico com o tema, decidi fazê-lo agora.
Eu sempre quis amamentar, ciente dos benefícios que o aleitamento materno trazem para a criança, então iniciei a preparação dos seios ainda durante a gestação, pois sabia que algumas mães acabavam desistindo de amamentar por sentirem dores insuportáveis no bico dos seios. 
Comigo não foi diferente. Senti dores terríveis nos primeiros dias e mesmo tomando sol nos seios e fazendo massagem com esponja vegetal, eles ainda eram deliciados demais para uma boquinha faminta, que não sabia sugar direito. Um protetor de silicone foi a minha salvação.
Bento mamou exclusivamente no seio por 6 meses. Era livre demanda (mamava quando queria, sem horários estabelecidos) e isso fez com que ganhasse peso e se fortalecesse, haja vista ter nascido com 2,920kg. Só depois dos 6 meses introduzi as papinhas, feitas em casa (nada de potinho de supermercado!!!) e leite artificial aos 7 meses.
Quando voltei a trabalhar fazia a ordenha manual e deixava meu leite para complementar a alimentação dele durante o dia. Ao retornar pra casa à noite, o moleque pulava em cima de mim, louco pelo seu peitinho. rsrsrs
Mamou até 1 ano e 7 meses, quando já comia de tudo e acreditei que não havia mais necessidade de leite materno.  
Foi uma etapa maravilhosa de nossas vidas. Costumo aconselhar as mães de primeira viagem a não desistirem. A dor passa assim que o bebê "pega o jeito". Acho um crime introduzir leite artificial porque a mãe quer dormir. Ninguém morre por levantar à noite pra dar de mamar, é preciso pensar na saúde daquele ser humano ainda tão frágil.
O vínculo formado entre mãe e filho nesse período é fortíssimo, sinto saudade e tenho certeza que se tiver outro filho farei questão de amamentar novamente.


10 de ago de 2013

De pai pra filho


No ano passado postei aqui, um clássico do Dia dos Pais, a música Pai, de Fábio Júnior, dedicando-a ao meu próprio pai. Esse ano fiz o contrário, selecionei cinco canções compostas por grandes músicos para seus filhos.
Para cada música, uma história sobre a experiência linda que é a paternidade.


Caetano Veloso compôs "Boas Vindas" quando sua mulher, Paula Lavigne, esperava pelo seu segundo filho, Zeca. Infelizmente não consegui um clip com imagens deles. :(


Apesar de já ser pai de Jullian (fruto de seu primeiro casamento), foi com Sean, filho de Yoko Ono, que John Lennon descobriu a alegria de ser pai.


Muitos pensam que essa canção foi escrita para um amor que Tim perdeu, mas na verdade foi composta por Edson Trindade em homenagem à sua filha que havia falecido.


Outro que viu seu filho de quatro anos morrer tragicamente ao cair do décimo andar de um prédio em Nova York. A música rendeu a Eric o retorno às paradas de sucesso.


Outra linda declaração de amor aos rebentos. Nando Reis compôs Espatódea para sua quarta filha Zoé.

Um beijo grande a todos, aproveitem o dia com seus paizinhos, ou com os filhotes.

6 de ago de 2013

Celebrando...

Hoje faz três anos que tomei a sábia decisão de permitir que esse ser humano de alma boa entrasse em minha vida. Encarei essa relação meio sem certeza do que queria, mas hoje estou absolutamente convicta de que foi a melhor escolha que já fiz nos últimos tempos. 
Num fim de tarde cinzento, num barzinho, recebi um cartão e fiz um amigo. Um ano depois, numa noite de chuva, nossa história de amor começou. O inverno conspirou a nosso favor, namoramos na primavera e nos casamos numa linda tarde de verão.
Queria deixar registrado o quanto sou uma mulher feliz, porque tenho ao meu lado alguém que me ama, independente de minhas chatices, minhas dúvidas, minhas manias e minhas escolhas. Que está ao meu lado para o que for preciso. Sou grata a Deus por ter posto esse homem em meu caminho e por ter me feito enxergar isso.





1 de ago de 2013

Top Parceiro #Julho


O Top Parceiro de julho, ou seja, o blog que gerou mais visitas ao IMD no mês anterior, já passou por aqui duas vezes. O Foi assim: está virando figurinha fácil. Também pudera, é o filho da minha mega amiga Viajante, a Top comentarista do meu espaço.
Muito merecida a passagem  desse aniversariante por aqui, pois no próximo dia 22 de agosto o FA fará 4 aninhos de blogosfera. Parabéns à Ju por manter o blog sempre movimentado, com suas histórias de idas e vindas. Muito obrigada, amiga, pela presença constante.

Beijos e aproveitem a festa!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...