Palavras de Alento

30 de jul de 2012

Blog da Semana #26

O blog indicado hoje talvez seja diferente de todos os outros 25 que já figuraram aqui. Eu sou seguidora desse blog, mas confesso que pouco comento por lá. O nome é comprido: Novos Retirantes: Crônicas de um estudante bahiano em São Paulo, relata os dias vividos por Thiago Marques, um jovem advogado-pesquisador, que saiu de Salvador pra fazer mestrado na USP.
Conheci Thiago antes dele partir rumo à sua empreitada na capital paulista. Amigo do meu amado Luiz e companheiro de um grupo de pesquisas, Thiago é um idealista, poeta, cronista, defensor dos Direitos Humanos e romântico por natureza (desculpa, se a descrição não bate, Thi, mas é como te vejo :) ).
Acredito que ele tenha criado o blog para desabafar através da escrita quando falta assunto pra dissertação, na tentativa de amenizar a saudade do que ficou em terras soteropolitanas. E dessa forma mostrar a São Paulo o que é que o baiano tem!

27 de jul de 2012

A história secreta da Mulher Só e do Homem Sem Tempo

Capítulo XL

Chegara no Brasil há uma semana e desde então não tivera um minuto de tranquilidade. Não era apenas pela dor de ver seu pai internado numa Unidade de Terapia Intensiva, sentia culpa por ter-se ausentado tanto, medo de perdê-lo e ainda teve que engolir as palavras duras que sua irmã lhe lançara, acusando-a de estar ausente e não dar a devida atenção que sua família necessitava e merecia.
Após cinco dias, seu pai fora para o quarto e ela passara essa noite ao lado dele, velando seu sono, acompanhando cada movimento e relembrando bons momentos vividos ao lado dele. Talvez sua irmã estivesse mesmo certa, concluíra, ao raiar do dia. Ficaria no Brasil o tempo que fosse preciso, até ver seu pai recuperado.
Passava das oito da manhã, quando a companheira de seu pai chegou para passar o dia com ele.
- Vá pra casa descansar, meu anjo. As noites no hospital são muito cansativas.
Uma enfermeira trouxe medicação para seu pai e anunciou que o médico plantonista já viria vê-lo. Ela então entrou no banheiro para arrumar-se e ir embora. Escovou os dentes, prendeu os cabelos e olhou a aparência abatida no espelho. Estava lavando o rosto quando escutou uma voz familiar. Era o médico.
- Bom dia! Eu faço parte da equipe que vai fazer a sua cirurgia amanhã. Como o senhor está se sentindo hoje? Espero que o seu quadro continue evoluindo, assim poderemos...
Imagem daqui
"Oh, Deus, por favor, não!". Pensou alto, numa súplica desesperada. Era o Homem Sem Tempo, reconheceria essa voz aonde quer que fosse. 
Como poderia o destino ser cruel a esse ponto? Encostou-se na porta, sem coragem para sair dali. Agora ele conversava com sua madrasta, falavam mais baixo, provavelmente sobre a cirurgia. Abriu uma fresta na porta por onde pode vê-lo, de costas, tinha o cabelo bem aparado e vestia um jaleco branco. Teve a sensação do perfume dele invadindo suas narinas.
Fechou a porta do banheiro novamente e esperou que ele se fosse, para então voltar ao quarto.
- A cirurgia de seu pai foi marcada para amanhã, às nove horas. Você virá? - perguntou a madrasta, quando ela retornou ao quarto.
- Sim, claro. Vou chegar cedo. - respondeu titubeando, mas com a certeza de que àquela altura não podia mais fugir.

To be Continued

25 de jul de 2012

* Presentinhos * #2

Bem, eu já sabia que hoje é dia do motorista, mas descobri que também é dia do escritor. Acho que na blogosfera todo mundo se sente um pouco escritor, né? Afinal é aqui que a gente despeja  o que pensa e tem o prazer de ser prestigiado por pessoas que, em sua maioria, nem conhecemos, e portanto não teriam motivo pra "querer agradar".
E foi por acaso que, justo hoje, eu finalmente consegui postar os presentinhos que ganhei da Elaine Gasparetto, do blog Um pouco de mimEla promoveu o sorteio de um livro (à escolha do ganhador), na página do blog no Facebook e lá fui eu, despretensiosamente
E não é que a sorte me ajudou? 
Não escolhi o livro (presente escolhido perde a graça), deixei a critério da Elaine, e no início do mês recebi em casa esse exemplar da Martha Medeiros, uma das escritoras nacionais que eu mais gosto, acompanhado de um marcador exclusivo e muito fofo. Amei!
Com dedicatória e tudo!!!
Fica então a minha homenagem à Martha e outros escritores que embalam nossos sonhos, tornando nossas vidas mais suaves; aos meus amigos blogueiros-quase-escritores, cujos textos eu tanto aprecio, e os meus agradecimentos à Elaine. Um feliz dia do escritor a todos e todas.

23 de jul de 2012

Blog da Semana #25

Meus leitores sabem que eu evito postar textos que não são meus, ainda que dando os devidos créditos. Mas não recrimino quem o faz. Conheço blogs maravilhosos, cujos autores têm o maior cuidado em selecionar textos ricos em mensagens para seus leitores. Acho super válido. Mas opto por escrever eu mesma.
Semana passada eu conheci o blog de um poeta, Edson Marques, cujo poema mais famoso - Mude (que também dá nome ao blog) - eu já conhecia há um tempão, mas achava que pertencesse a outro autor. O problema do plágio se alastra pela internet de tal maneira, que às vezes credita-se a autoria sem se certificar sobre a veracidade da origem do texto. O Facebook está cheio disso e provavelmente a blogosfera também.
Confiram o blog, que além de estar recheado de bons poemas, traz a história da confusão com a autoria do poema do Edson. Vocês não vão acreditar no que vão ler!

20 de jul de 2012

Amigo é coisa "pra se usar"...

Use quando precisar de um apoio moral num momento tenso

Use pra ficar "Zen"

Ou quando quiser dar muitas gargalhadas

Use na balada

Use virtualmente

E até no trabalho.

Porque amigo não é pra ficar guardado

É pra gente usar bastante

É pra usar nos melhores momentos...

E nos piores também.

Porque usando, a amizade não se gasta. Ela multiplica.

Um abraço bem apertado a todos os amigos que se fazem presentes na minha vida, ainda que distantes.

16 de jul de 2012

Blog da Semana #24



Faz tempo que ando querendo indicar o blog desse rapaz, mas vira e mexe, aparece uma coisa mais urgente. Só que dessa semana não passa! De Olho Nos Detalhes é um blog original, inteligente e informativo. Seu autor, Sérgio Santos, é biólogo, mas sua paixão pela telinha o fez criar um espaço onde ele escreve críticas muito bem articuladas sobre (quase) tudo que passa na TV.
Fica a dica: Se não der tempo de ver aquele programa novo que estreou, ou conferir a atuação de determinado artista na novela que todo mundo comenta, não tem problema: leia o blog do Sérgio e fique por dentro de toda a programação da televisão.

Originalidade em meio à tanta mesmice na blogosfera.

De Olho Nos Detalhes

12 de jul de 2012

O céu de cada um

Imagem daqui
Quase todas as religiões pregam a existência do céu e do inferno. Segundo dizem, o inferno é o lugar para onde irão as almas das pessoas más, e no céu,  paraíso, ou plano espiritual, será permitido o acesso apenas dos bons. Mas é aonde todos querem descansar eternamente.
Desde criança eu sonho com o céu, doida pra garantir minha vaguinha por lá. Costumava tentar imaginar como seria esse lugar maravilhoso: nuvens fofas como algodão, onde eu poderia dormir enquanto ouvia os lindos anjinhos loiros tocando harpa para embalar meus sonhos infantis. E papai do céu ali, para qualquer eventualidade.
Por falar nisso, eu lembrei que tinha um medo danado de Deus (mais que do capeta!). Porque o Deus que me apresentaram punia qualquer deslize que cometêssemos. 
- Não faça isso que Deus castiga!
Então eu vivia me policiando, era uma criança medrosa. Em compensação, comportada, à custa do medo da fúria divina. Não queria nem saber como era o inferno, tinha pavor daquela visão do fogo num fundo vermelho. Odeio calor!
Mas continuo imaginando o céu. Não que eu esteja querendo apressar a partida, mas eu acho que o ideal seria se o céu fosse personalizado. Cada um iria para um céu com a sua cara. 
Imaginem: Para aqueles que não vivem sem livros, o céu seria uma gigantesca biblioteca, com poltronas mega confortáveis. Os baladeiros teriam um céu em eterna festa, com direito a muita paquera e um sol que nunca raiava. Eu adorei o céu high tech do filme "Nosso Lar". A minha cara um céu com computadores conectados, ficaria lá a eternidade toda, tranquilamente.
Brincadeiras à parte, o paraíso pra mim seria como um encontro com a família e os amigos, ao ar livre, numa tarde de domingo. Céu azul, temperatura agradável, pessoas felizes e tranquilas, crianças brincando e uma porção de bebês fofos sorrindo no colo de suas mães. 
Não queria mais nada da vida, ou melhor, da morte!

9 de jul de 2012

Blog da Semana #23

O indicado da vez vai para pessoas que, como eu, são donas(os) de casa, ou vivem sozinhas. Sim, trata-se de um blog bem mulhezinha, que vem recheado de dicas sobre como organizar uma casa. O Agenda de casa deixa qualquer pessoa sem o talento mínimo para administrar um lar, expert no assunto.
O conteúdo é rico, coisa de quem sabe sobre o que fala, vai desde as atividades básicas para a manutenção de uma casa, até os cardápios chiques e de dar água na boca que ela costuma postar. Rosely Archela (Rô para os íntimos), autora do espaço, até já publicou um livro com o conteúdo do blog! 
Ah, e por falar em livro, ela está promovendo um sorteio, em comemoração aos 2 aninhos do Agenda da casa. Então corram lá e participem, porque eu já estou com os meus dedinhos cruzados para ganhar o novo livro da Rô - Manual de casa - que vai me ajudar muuuuiiito com as coisinhas aqui de casa.

7 de jul de 2012

Cheiros e Memórias - MEME

Sou uma pessoa cujos sentidos são hiper apurados. Sensível ao que vejo, que toco, que ouço, que saboreio e ao que cheiro. Um perfume pode me remeter ao passado e reviver momentos que certamente não voltarão. Ainda assim essas memórias têm o poder de me fazer feliz novamente.
A queridíssima Van, do blog Retalhos do que sou, me indicou o MEME Cheiros e Memórias, criado pela Josy Nunes, do blog Banana com Farinha, e me pediu que respondesse à seguinte pergunta:


Quais os cheiros que te trazem lembranças inesquecíveis?


Coisa mais gostosa é falar sobre lembranças boas, né não? Então lá vai:


O cheiro do meu filho
Não tem igual. Já cheirei um montão de crianças, mas o cheiro dele é único. E me remete ao tempo em que ele era bebezinho e a primeira coisa que eu fazia quando pegava ele no colo pela manhã era cheirar aquele pescocinho. Não era perfume, era o cheirinho natural dele, porque só passei a usar perfume nele após os 6 meses. Inesquecível e inigualável.


Imagem daqui
Cheiro de terra molhada
Quando chove de repente e sobe aquele cheiro de terra molhada, lembro imediatamente da minha infância. E minha infância me remete sempre ao convívio com meus irmãos. Nossas brincadeiras, travessuras, nosso companheirismo, nossa união... Quando chovia não podíamos brincar na rua e, dentro de casa, éramos obrigados a inventar brincadeiras, porque tínhamos poucos brinquedos. E esses momentos nos unia ainda mais. Inesquecível e indescritível.


Cheiro de caruru
Imagem daqui
Na minha família (e em muitas outras aqui na Bahia) é tradição comer caruru na Semana Santa. E o cheiro de caruru (não qualquer caruru, claro, o caruru da minha mãe, das minhas tias, ou da minha avó, que levam o mesmo tempero) sempre me remete à essa época do ano em que nos reunimos, nos reencontramos. Irmãos, tios, primos, avós, todo mundo festejando, todo mundo feliz por estar em família. Inesquecível e incomparável.

Cheiro de maresia
Imagem daqui
Passei todos os verões de minha adolescência na Ilha (Ilha de Itaparica-Ba), mais especificamente numa praia chamada Berlinque. Era o dia inteiro na praia. De manhã passeávamos, depois do almoço dormíamos numa esteira, debaixo de um coqueiro, no fim da tarde "pegávamos jacaré" e à noite tinha luau, com ou sem fogueira. Tempo de aprendizagens intensas, de descobertas e fortalecimentos de laços. Tempo bom, que não volta. Inesquecível e ímpar.

Cheiro de suor masculino
Não é qualquer suor, nem se trata de mau cheiro. É o cheiro que eu sentia quando era criança, e que meu pai exalava quando chegava depois de um dia de trabalho. Nunca falei de meu pai aqui no blog... ele ainda é vivo, mas acho que não deve mais conservar aquele cheiro. Acho que somente minha irmã sabe do que estou falando, porque só restamos nós duas como testemunhas daquele cheiro "bom" de suor. Inesquecível e inconfundível.
******************************************************************************
Preciso indicar cinco amigas blogueira para fazerem o MEME, mas sintam-se à vontade caso não queiram publicar, ok? São elas:

- Naty

4 de jul de 2012

Mudando de Área

Que mudar é difícil, a gente tá cansado de saber, seja mudança interna ou externa.  Não é só uma questão de resistência a mudanças. É porque envolve toda uma adaptação, um encantamento por algo novo, uma saudade do que passou... 
Parece que estou falando de amor, mas estou falando de trabalho (se bem que não dá pra fazer um bom trabalho sem amor, né?)Agora estou descobrindo como é difícil mudar de área de atuação. 
Esse ano deu um boom aqui na rede municipal de educação, porque foram matriculados muitos alunos especiais. E aí deu um pânico total na professorada. Como lidar com especificidades tão distintas? Como incluir? Como dar conta da aprendizagem desses alunos? 
Eu, que não sou de ficar (só) reclamando, me inscrevi num curso de Deficiência Intelectual, na tentativa de entender melhor as dificuldades e limitações desses alunos. Preciso salientar que as faculdades de Pedagogia não preparam para essa área quem quiser que vá fazer sua pós. Então eu conclui que também tenho muitas  limitações e está sendo difícil prosseguir no curso. Primeiro porque me falta paixão pra mergulhar no assunto e segundo porque eu não acredito nas fórmulas "deles". E acho que o segundo motivo acaba determinando o primeiro.
A lei obriga as famílias a matricularem as crianças especiais nas escolas regulares (senão perdem os benefícios), as secretarias de educação superlotam as salas de aulas, cobram resultados (diga-se aprovação) e nós, professorinhas, temos que operar milagres. Sem preparo, sem infra estrutura adequada e sem apoio especializado.
Imagem daqui
Quem me conhece sabe que a minha paixão se chama TECNOLOGIA. Ao concluir a faculdade   mergulhei de cabeça no mundo apaixonante dos bits. Fiz duas especializações nessa área, mas nunca consegui aplicar efetivamente os conhecimentos construídos porque as condições de trabalho não permitem. Mas isso daria outro post, porque a "coisa" pública dá nos nervos! 
E eu, que resolvi estudar, entender e (quem sabe) atuar numa área totalmente diferente da minha, me sinto perdida e frustrada. 

2 de jul de 2012

Blog da Semana #22

Hoje é dia 2 de julho e, para nós, baianos, a data é muito significativa, haja vista sua importância histórica na luta pela independência do Brasil. Mas não vou falar sobre isso. Quem quiser saber mais, consulte o Blog do Lu Cidreira, o meu indicado da semana.
O motivo da indicação não é somente pela excelente publicação didática e esclarecedora sobre a Independência, mas por se tratar de um blog de variedades, que sempre traz assuntos e notícias  atuais e pertinentes à baila. 
O Lu é um blogueiro experiente e bastante atuante, ele divide a autoria das postagens em seu blog com mais duas blogueiras e também administra outros blogs. Não deixem de passar por lá.

Blog do Lu Cidreira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...