Palavras de Alento

30 de abr de 2012

Blog da Semana #14

Estamos fora. Um feriado prolongado é tudo que precisamos pra sair de Salvador e procurar um cantinho gostoso pra relaxar a dois... ops, a três! Sim, dessa vez o menino Bento acompanha o casal. Mas não é sempre que dá pra levá-lo numa viagem, seja por questões de acomodação ou mesmo porque o pai prefira que ele fique.
Mas o que tem isso a ver com o blog da semana? Tudo! 
Escolhi o Mãe Mochileira, Filho Malinha, blog da Ana, uma moça que viaja o mundo inteiro e tem sempre uma malinha à tiracolo: seu filho Enzo, de 7 anos. Pois é, ela tem inúmeras histórias pra contar sobre todos os lugares que conheceu, pois viajou muito, inclusive durante a gravidez!!! Ai, que coragem!
Seu blog é tão famoso que já saiu até em capa de revista!!! Olha, que luxo!
De vez em quando eu faço uma visitinha lá, pois ela tem conhecimento de causa e dá dicas preciosas pra quem vai viajar com os filhos. 

Se for levar sua malinha na próxima mochilada, não deixe de passar por lá antes.

28 de abr de 2012

A história secreta da Mulher Só e do Homem Sem Tempo

Capítulo XXXVI

Após uma semana tumultuada, o Homem Sem Tempo cogitou tirar férias. Sentia-se esgotado. Casado de si e da própria vida. Sorriu, pensando na possibilidade de retornar a Barcelona para rever sua amada. Mas suas obrigações o sufocavam. Não poderia entrar em férias naquele momento. Havia pacientes em acompanhamento e ninguém para substituí-lo.
Adentrou o consultório e ligou o computador. Em casa tornara-se impossível manter qualquer tipo de contato com a Mulher Só. Sua Esposa estava sempre atenta, notando cada passo seu. Abriu seu correio eletrônico e viu uma mensagem dela com o seguinte título: 
AMOR palavra que liberta.
Apoiou os cotovelos sobre a mesa, e o queixo sobre as mãos cruzadas. Não precisava ler aquilo, já sabia o que continha ali. Ainda assim o fez, com o semblante transtornado.
 Custei muito a tomar essa decisão, e preferi informá-lo por e-mail, porque não quero correr o risco de ouvir sua voz ou olhar nos seus olhos e desistir. 
Você já deve saber do que se trata, deve imaginar que, iniciando um e-mail assim, só posso estar falando do nosso fim. Talvez nem seja o fim, talvez seja uma pausa. Ocorre que eu não estou mais disposta a dar continuidade à essa nossa história.
Continuemos amigos, se for possível. Amantes mais não!
Definitivamente, não tenho vocação pra esse tipo de relação. Houve uma época em que eu foi bom esperar por você, por seus telefonemas e e-mails. Mas estar em segundo plano na vida do homem que eu amo, é coisa que não quero viver nunca mais.
Perdi o controle, fui longe demais.
Não digo com isso que deixei, ou vou deixar de amá-lo. Mas descobri que, se for pra dedicar meu amor a alguém, que seja alguém que esteja perto de mim, que seja presente.
Sinto muito, sei que não querias isto, mas estou sendo extremamente verdadeira contigo. E foi bom ter tomado essa atitude agora, antes que essa nossa história vá mais longe. Preciso deixar você viver a sua vida, sua família, seu trabalho, seus projetos.
Quero que sejas muito feliz, eu o amo muito, do contrário não teria estado nessa relação até hoje. 
Perdoe se achas que sou fraca, talvez seja mesmo, mas acredito que estou protegendo a todos.
Estou nos libertando!
Um abraço!”
Resignado, ele fechou a página da internet e interfonou para a secretária:
- Mande entrar um paciente.

To Be Continued

25 de abr de 2012

Blogosfera Anti-Plágio




Então é assim: você pega aquele seu livro bacana da estante. Abre, começa a ler. Presta atenção em todos os detalhes, cola post-its, faz anotações. Pensa em como aquela frase vai fazer o maior efeito na sua resenha. "Poxa, acho que os leitores vão gostar disso". Às vezes, você embarca na história. De outras, deixa até mesmo o seu prazer de lado para pensar em como vai apresentar sua opinião aos leitores do seu blog.
Aí você, incauto blogueiro, termina a leitura. Pega seu livro, seu caderninho de anotações, seu arquivo com notas, o que seja; e vai para a frente do computador. Passa umas boas duas horas pensando em como irá traduzir em palavras o que sentiu durante a leitura. Se não usa a sinopse oficial do livro, gasta mais duas horas escrevendo uma sinopse personalizada, tomando aquele cuidado especial para não colocar nenhum spoiler.

Então vem a fase de revisão. Você lê, relê. Muda frases de lugar, ajusta conceitos. Reformula ideias. Talvez apague tudo e recomece. Afinal, você é um blogueiro responsável. Quer que seu texto saia o melhor possível, que os leitores puxem lencinhos e se emocionem com você, ou que leiam e riam porque você também riu lendo aquele livro.
E você procura imagens. Capas de várias edições pelo mundo. Imagens em gif que traduzam seu surto ao ler aquela história. Trilhas sonoras que acompanharam sua leitura. Imagens que ilustrem o quanto você foi afetado pelo que o autor te contou naquelas páginas.
Quem sabe você não seja tão perfeccionista e só escreva seu texto, tomando o cuidado de ver se não tem nenhum errinho. Tudo bem. Deu trabalho do mesmo jeito escrever as coisas da melhor maneira que você sabia.
Tudo isso te custou tempo. Aquele espaço entre seus dois empregos. Suas horas de folga que podiam ser empregadas em outras formas de lazer. Minutos e mais minutos madrugada adentro, em que você poderia estar dormindo. O drama pode parecer exagerado, mas muitos blogueiros deixam o lazer e o sono de lado pra manter o blog!
Mas você ama ler. E ama seu blog. Ama escrever e ama o que faz  e é por isso que você está ali, persistente. Criando seu próprio conteúdo.
...Tudo isso para vir um babaca chupinhador e roubar seu trabalho suado de horas em alguns poucos segundos, postando aquilo que você deu o sangue pra criar como se fosse dele. SEM CRÉDITOS. Enganando a todos: aos leitores, que nem sempre sabem do que o kibador é capaz; às editoras e autores que inadvertidamente fecham parcerias com tais blogs... e a ele(a) mesmo(a), que anda por aí achando que ninguém percebe a grande e robusta mentira que é.


PLÁGIO É CRIME. É ANTIÉTICO. RESPEITE O TRABALHO DE QUEM CRIOU O CONTEÚDO. QUER MANTER UM BLOG? ESCREVA VOCÊ MESMO!

(Ou fique na sua, que é melhor pra todo mundo. E mais respeitoso também.)

Esse post é parte de uma postagem coletiva contra o plágio na blogosfera. Acesse o site "Blogosfera Antiplágio", saiba mais sobre o assunto e veja quem mais apoia essa causa.

23 de abr de 2012

Blog da Semana #13

Como eu mencionei aqui há algumas semanas, estou tentando navegar menos e ler mais. Ler livros mesmo, de papel! E também tenho tentado dar mais atenção ao filhote. Aqui em casa nunca se ouviu falar tanto o verbo "computadar" (outro verbete criado pelo menino Bento), que vive reclamando:
- Mãe, pára de computadar!
E como as solicitações dele devem ser prioridades pra mim, tenho usado menos a internet, na tentativa de dar  a devida atenção ao molecote.

Mas a blogosfera não pára (e o meu blog também não pode parar), por isso vamos ao indicado da semana: 
Um pouco de mim é um blog que conheci recentemente, mas que tem bastante tempo na ativa, mais de 4 mil seguidores e um acervo que tem contos, receitas, crônicas e dicas sobre a difícil tarefa de proteger um blog (sim, porque os plagiadores estão por toda parte!).
Sua autora, Elaine Gasparetto, além de ser descendente de italianos (o que nos rende boas histórias a respeito) é designer autodidata e presta serviços a outros blogueiros (olha o merchand). 
E eu admiro tanto os autodidatas (porque lembro de meu irmão), ainda mais na área de tecnologia...

Passem por lá, agora mesmo tá rolando um concurso literário com direito a prêmio e tudo!!!

20 de abr de 2012

My New Template



Ultimamente eu tenho valorizado muito aquela frase que diz que "mais vale um amigo na praça do que dinheiro no bolso". Há tempos vinha pensando em fazer uns ajustes por aqui, encomendar um banner legal, e quem sabe ter o meu próprio domínio, mas fiquei só pensando. 
Pois bem, primeiro ela fez meu banner (quem ainda não levou, leva logo!), agora minha casa virtual está toda redecorada, graças a uma amiga virtual, mas nem por isso menos querida e real. A Vanda, do Planeta da Blogueira, me presenteou com esse template exclusivo, que ela mesma instalou. 
E eu, que sempre usei a tecnologia do Blogger e os backgrounds do Shabby Blogs, agora tenho um template lindão, só pra mim. 
A designer
Tô rindo à toa.

Digam o que vocês acharam!

18 de abr de 2012

Palavra de Menino

Agora ele deu pra inventar palavras. Ou então emprega palavras que não se aplicam ao contexto, mas vai entender a lógica de Bento...

Fomos a uma doceria (onde só trabalhavam mulheres), e enquanto eu olhava o cardápio, ele disse:
- Mãe, pede à "garçona" um bolo de chocolate pra mim!

Na hora de dormir, implorando para que eu não o deixasse sozinho no quarto:
- Mas mãe, eu não posso dormir sozinho porque eu sou "descorajoso"!

A nossa diarista veio trabalhar com o cabelo escovado. Era a primeira vez em muito tempo que ela aparecia com o cabelo diferente. Estava meio estranho, porque a escova não tinha sido bem feita. Ele logo observou:
- Luciana, seu cabelo está errado!

Tá bom, menino Bento. Vamos aprender mais essa com você!

16 de abr de 2012

Not Today

Devido ao péssimo estado de espírito da dona deste blog, excepcionalmente hoje, não apresentaremos a coluna "Blog da Semana".

Rezem pelo restabelecimento da minha paz interior. 

Amém!

14 de abr de 2012

O Início, o Fim e o Meio

Hoje assisti ao documentário sobre a vida de Raul Seixas. Fiquei tentada a escrever um post sobre as minhas impressões acerca do filme e a vida louca que os astros do rock costumavam levar. Hoje os artistas cuidam tanto da imagem, da aparência, da privacidade(?), que é esquisito ver como ele se deixou levar pelos acontecimentos, como foi tão verdadeiro e espontâneo. Não tinha essa coisa forçada de celebridade.
Raul era rock'n roll na veia. Só que levou isso a sério demais. Provavelmente a única coisa que levou a sério na vida, seguindo à risca o lema "sexo, drogas e rock'n roll". A genialidade expressa nas letras das músicas era amplificada pelo consumo abusivo de cocaína e álcool; suas paixões, suas parcerias e as incursões no universo místico de seitas estranhas (pra mim, macabras) marcaram sua história de vida. Os depoimentos de quem conheceu e conviveu de perto com o ídolo confirmam isso. Mas talvez tenha faltado mostrar mais o homem Raul Seixas.
Bonito foi ver o início. Raulzito novinho, carinha de bebê, cheio de atitude, com a gola da camisa pra cima. Lembrou muito meu irmão, seu estilo, seu olhar. Depois ele casou, foi pai... aí, lá pelo meio, tudo se misturou muito, ele perdeu a (primeira) família, ganhou sucesso e notoriedade, mas se afundou nas drogas. além disso, passou a trocar de mulher, emendando uma relação na outra. 
Logo o corpo começou a padecer pelos excessos e já não havia mais espaço pra ele. Raul adoeceu e morreu aos 45 anos de idade. 
Foi no fim da vida e da carreira, que começamos a ouvir Raul lá em Nazaré das Farinhas. Nessa época Marcelo Nova o resgatou (?) do ostracismo, devolvendo(?) ao nosso maluco beleza a glória de outrora. Essa parte do filme é polêmica, há questionamentos sobre essa bondade toda do Marceleza...
Mas foi bom reviver alguns momentos, relembrar o final dos anos 80 e ficar com aquela sensação de ter feito parte da história.

12 de abr de 2012

* Presentinhos *

Eu, que sempre me julguei uma pessoa sem sorte, porque nunca ganho nada, de vez em quando me surpreendo algumas coisas. Outro dia, despretensiosamente, fiz um comentário no Retalhos do que sou, blog da queridinha Van. Em sua postagem, ela promovia um sorteio de umas peças confeccionadas artesanalmente pela Bia, do blog Jubiart. Pois não é que dias depois recebo um e-mail da Van me dizendo que ganhei o tal prêmio???
Ah, e que coisinhas mais fofas e caprichadas o correio me entregou essa semana! Imagino a paciência e o talento da Bia pra fazer essas biojoias tão delicadas e bonitinhas. Adorei, viu, garotas, muito obrigada. Gostei tanto que estou postando aqui pra que todos acreditem que esses sorteios em blogs são mesmo verdadeiros. Logo logo eu farei um também, só preciso escolher um mimo interessante, personalizado, quem sabe.
Segue a foto do meu marcador de livros e do chaveiro, feitos com sementes de açaí natural e coco babaçu fatiado, que vieram lá de Tocantinópolis (TO), imaginem...

9 de abr de 2012

Blog da Semana #12

Semana passada meu notebook caiu da cama quebrando o mini modem em três, então eu fiquei impossibilitada de postar o blog da semana, mas já havia escolhido e inclusive começado a escrever o post, que ficou salvo na máquina. Trata-se de um blog muito charmoso, escrito e cuidado com o maior capricho, e cuja autor eu não conheço, mas estou sempre a visitar seu espaço. Gosto de blogs de variedades, onde a gente pode ler um bom texto, ver dicas de blogagens e ampliar a nossa rede de contatos na blogosfera.
O Fernanda Reali - a gente escolhe ser feliz - é um blog muito lindinho, onde sua dona costuma postar relatos e fotos de viagens, dicas de blogagem, artesanato, decoração, maquiagem e esmaltes, promove sorteios entre os leitores e até, pasmem, uma dieta coletiva!!! Para mim, é um blog completo, feminino, bem cuidado e o que é melhor, atualizado. 


Passem lá e vejam se eu exagerei.

6 de abr de 2012

Páscoa em Nazaré

Blogueando por aí, li inúmeros posts falando sobre a Semana Santa e a importância de pensarmos no Cristo salvador ao invés de disseminar a farra dos ovos de chocolate trazidos pelo coelhinho da Páscoa. Concordo plenamente. Mas essa consciência eu tenho hoje, que sou adulta e pude, por mim mesma, buscar conhecimento sobre religiosidade. Por questões familiares, não tive formação religiosa, mas tive tanta curiosidade a respeito que "passeei" por igrejas, centros e terreiros. De tudo que vi, aprendi a ser tolerante e amar a Deus sobre todas as coisas. Ele é o princípio, o meio e o fim.
Mas o motivo desse post é pra falar da Semana Santa na minha cidade natal, Nazaré das Farinhas. Onde todos os anos, comemoramos nessa data a Feira de Caxixis, uma tradição secular, que além de apresentar peças feitas artesanalmente em cerâmica, traz de volta os filhos desgarrados e visitantes ilustres e anônimos. Desde criança a gente aguarda a chegada da festa numa ansiedade enorme. Era a época em que a cidade estava em festa e a gente ia pra rua com uma cestinha comprar os caxixis que quebraríamos dias depois, brincando. Agora esse se tornou o momento de rever os amigos, os parentes distantes e até os desafetos. Todos aportam na city nesses dias.
Eu na Feira de Caxixis 2010
E esse ano há um motivo a mais para comemorar: Hoje minha mãe - a guerreira - faz 60 anos. Estamos em festa e infelizmente não vai dar pra se recolher na sexta feira da Paixão como manda a tradição cristã, pois é dia de comer aquelas delícias preparadas com azeite de dendê que mainha faz como ninguém. Mas prometo não rezar pra "nossa senhora da birita" (viu Apon...) e tirar um momento do dia pra voltar o pensamento para o Criador. 
Deixo um beijo a todos e os votos de um feriado de paz e união familiar. Ah, e quando puderem, visitem a terrinha nessa época do ano.

3 de abr de 2012

A história secreta da Mulher Só e do Homem Sem Tempo

Capítulo XXXV

Procurou uma mesa à sombra e sentou-se. Tirou o notebook de dentro da bolsa, colocou-o sobre a mesa e pôs-se a ler alguns e-mails. Não havia nenhuma mensagem do Homem Sem Tempo. A falta de notícias dele a fazia mergulhar num poço de angústia. Era sempre assim durante os finais de semana. Assim, a chegada da segunda-feira era quase um presente. Ele telefonava-lhe logo cedo, ou enviava um e-mail na hora do almoço. Mas naquele dia foi diferente. 
Fechou os olhos, relaxou os ombros, respirou fundo e encostou-se na cadeira. Reavaliou suas escolhas, repensou sua vida, seus caminhos e concluiu que não queria mais sofrer a esperar por algo que talvez nunca viesse. Precisava daquele homem por inteiro, não merecia estar em último lugar na vida de quem tanto amava. Sentia que era chegada a hora de por um fim àquela história que não deveria nem ter começado. 
- Hola guapa! 
Era o DJ Catalão já puxando uma cadeira para sentar-se ao lado dela. Trazia consigo um sorriso que iluminava tudo e o azul nos olhos ainda mais intenso sob o sol do verão daquela tarde triste. Ela sorriu também, esquecendo-se por um instante de seus dissabores. Ele beijou-a no rosto e ela fechou o notebook. 
Tomaram um suco e conversaram um pouco, até que finalmente ele perguntou o que havia de errado. Notou que apesar do esforço, ela não parecia feliz.
- Estou tomando coragem para terminar uma relação que já não me traz alegria, só preocupação. 
Ela relatou brevemente a história, e ele ouviu atentamente, porém calado. Ela continuou:
- O que você acha?
- Prefiro não opinar acerca disso. Não seria ético da minha parte interferir na sua decisão.
A Mulher Só aquiesceu. Respeitou e admirou a postura dele, mas sua decisão já estava tomada. Abriu o computador novamente e escreveu um longo e-mail. Por um momento esqueceu-se da presença do amigo, que sorvia lenta e silenciosamente um suco de abacaxi.
- Pronto! Acabou. - anunciou, desligando o computador - Agora preciso cuidar da minha vida!
Deu-lhe um beijo no rosto e saiu, sem ouvir nenhuma palavra vinda dele.
O DJ Catalão ficou observando-a afastar-se e um sorriso começou a brotar em seu rosto outra vez. Chamou o garçom. 
- Uma cerveja, por favor. Preciso comemorar! 
E riu sozinho, vendo seu objeto de desejo sumir no final da rua. 


To Be Continued
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...