Palavras de Alento

30 de out de 2010

Em Casa

Estou em Nazaré das Farinhas, cidade onde nasci e vivi por 16 anos.
Demoro muito pra aparecer, geralmente venho aqui duas ou três vezes no ano.
Mas curto cada instante desse lugar que pra mim tem um encanto, uma magia muito especial.

27 de out de 2010

Tempo de Sobra

A impressão que a gente tem à medida que o tempo passa, é que ele passa cada vez mais rápido, e a gente fica sem tempo pra nada.
Constantemente, no ambiente acadêmico e no trabalho, vejo colegas queixando-se de que há muita coisa a ser feita em pouco tempo. E com a proximidade do final do ano, os relógios parecem acelerar, roubando-nos cada segundo.
Uma ex professora de faculdade me dizia que "só tem tempo, quem não tem tempo". Segundo ela, as pessoas que realmente não têm tempo, sempre dão um jeitinho e arranjam tempo pra fazer tudo. Cada dia mais, comprovo a tese dela, pois me esforçando um pouquinho, consigo cumprir meus prazos e dar conta de minhas obrigações.
Em contrapartida, vejo pessoas (que encontram-se em situação mais privilegiada que eu), sempre atoladas de trabalho, perdendo prazos e reclamando de falta de tempo.
Acho graça.
Eu leciono nos dois turnos (em séries totalmente diferentes), tenho um filho pequeno pra cuidar, casa pra organizar, família cobrando atenção, namorado carente, faço pós graduação nos finais de semana (numa instituição séria) e alimento 4 blogs.
(E colocando toda e qualquer tipo de modéstia totalmente à parte, faço tudo muito bem feito.)
É só uma questão de administrar e otimizar o tempo.

Peço perdão aos amigos, ando meio sem tempo pra badalas, mas depois de lerem isso, vocês entendem, né?...

25 de out de 2010

Crazy Feeling


Pela manhã fui acometida por uma estranha sensação. Um sentimento que me acompanhou durante muito tempo, até que me vi obrigada a expurgá-lo de meu coração, em nome de minha felicidade.
Hoje ele ressurgiu quase molhando meus olhos. Quase, porque agora tenho consciência do que não me faz bem, então procuro manter distância e expulsar certos venenos que invadem minha mente vez por outra.
Na hora fiquei triste, confesso, mas não durou muito tempo, não interferiu no meu dia, nem interferirá mais na minha vida.

23 de out de 2010

Presente

(Há coisas na vida que mesmo sendo pequenas, são carregadas de significado.)

Não acham a cara deste blog?
Não é à toa que me tenha sido dada pelo top comentarista do IMD!

Brigadinho, meu bem, adorei mesmo!

20 de out de 2010

Ética Hacker






Em comemoração à Semana da Ciência e Tecnologia, a Universidade Federal da Bahia promoveu nos dias 18 e 19/10 um evento sobre ética hacker.
No começo fiquei a me perguntar o porquê de uma instituição conceituada como a UFBA fazer apologia a esses caras que são (equivocadamente) conhecidos como bandidos virtuais. Na aula com a prof Adriane Hallman, e posteriormente no evento, descobri que o conceito que nós temos de hacker é totalmente invertido.
Quem se apropria de senhas alheias, viola contas bancárias, cria vírus de computador e invade sistemas sigilosos, é na verdade um "cracker". 
O hacker é um cara que estuda muito, conhece códigos de programação, desenvolve, e principalmente, compartilha informações necessárias ao acesso livre, de todos, às redes comunicacionais.
O evento contou com as brilhantes participações de Nelson Pretto, Sérgio Amadeu da Silveira e Alexandre Oliva, dentre outros, além de participações nos programas Radioca e Multicultura, da Radio Educadora, TVE Debate, TVE Revista e da transmissão ao vivo pela Rádio Faced.
Um show de conhecimento e informação, ao acesso de todos, o que é melhor!

17 de out de 2010

A história secreta da Mulher Só e do Homem Sem Tempo

Capítulo XVI

Resolvera comprar um computador. Era a primeira vez que sentia uma grande necessidade de ter um. Sempre preferiu ocupar seu tempo livre com livros, mas agora que estava tão longe de casa novamente, achou por bem manter-se conectada com as pessoas do Brasil.
Sentia saudades da irmã e do pai, e certamente a comunicação com eles se tornaria mais fácil, dinâmica e barata através da internet.
Recorreu à velha agenda de endereços e adicionou alguns amigos a seu perfil num programa de bate-papo. Conferiu sua caixa de correio eletrônico, havia centenas de mensagens não lidas. Uma em especial chamou-lhe à atenção. Datava do final de janeiro, poucos dias após sua chegada à Espanha. Era do Homem Sem Tempo. Contava o quanto havia ficado satisfeito com o encontro que tiveram na sorveteria, o quanto apreciava sua conversa inteligente e bem humorada, e pedia que continuassem mantendo contato. Finalizava o e-mail com “um forte e carinhoso abraço”. Provavelmente igual ao que lhe dera na despedida. Sentiu uma saudade imensa apertar-lhe o peito.
Apesar do tempo e da distância, não conseguia esquecê-lo, sentia-se como se estivesse deixado escapar o amor de sua vida. Provavelmente só ele teria a cura para aquela sensação de perda do que não fora seu, aquela saudade de algo que nunca tivera.
Entrou no site de bate papo e adicionou-o, mas não conseguiu encontrá-lo on line naquela tarde, apesar disso, não desistiu de procurá-lo. Andava para todos os lados com seu lap top à tiracolo e conectava-se à internet aonde quer que fosse.
Entrou no site de bate papo um pouco antes da meia noite, no Brasil seriam quase dezenove horas. Era um bom momento para falar com a irmã, ter notícias dela e saber da saúde de seu pai.
Havia muitas pessoas on line, menos sua irmã.
Estava prestes a desconectar-se, quando, para sua total surpresa, o Homem Sem Tempo entrou, e não demorou para que uma caixa de mensagem laranja começasse a piscar insistentemente.


To be continued

15 de out de 2010

Aos Mestres, Com Carinho

Mais do que um dia pra ficar em casa e descansar, sinto essa data realmente como uma homenagem ao meu trabalho, pois às vezes tudo que a gente quer (e precisa) é de um dia de folga. 
Ser professor não é fácil. Acho que nunca foi. Lembro que meus professores não pareciam muito felizes. Eram raros os que demonstravam prazer no que faziam. Por essa razão procuro, dentre outras coisas, passar um pouco de alegria aos meus alunos. Sei a importância que tenho na vida deles, e que uma palavra minha pode ecoar em suas mentes para o resto de suas vidas.

Fica aqui a homenagem aos meus colegas de ofício e os meus parabéns àqueles que como eu, acreditam no que fazem, o fazem bem feito e estão na luta por um Brasil melhor, porque só a educação pode transformar esse país!

7 de out de 2010

Desfez-se o Caos

Pra começar bem o dia, engarrafamento na Av. Bonocô...

Depois do almoço eu fazia a digestão num congestionamento na Ladeira do Cabula...

E pra terminar o dia com chave de ouro e chegar em casa tranquilinha da silva, trânsito lento na Av. ACM.

Não dava pra ser feliz assim.

Agora o caos se desfez, as vias foram liberadas e o trânsito flui!!!
(Ladeira do Cabula, 06/10/2010, 07:45 - by Patymichele)

6 de out de 2010

Eat Pray Love

Hoje fugi da minha rotina e fui ao cinema ver minha estrelíssima preferida no filme mais esperado do ano (por mim, claro!).
Julia Roberts (interpretando a autora do best seller, Liz Gilbert), além de comer na Itália, rezar na Índia e amar em Bali, viaja para dentro de si mesma, onde encontra o equilíbrio e descobre que amar vale a pena (ainda que às vezes precisemos nos desequilibrar para encontrar/aceitar o amor).
Um filme bonito, divertido, reflexivo e que além de ser abrilhantado pela linda mulher, nos presenteia com música brasileira e Javier Bardem, o estereótipo de masculinidade do momento. 
Amei e recomendo. Tudo de bom!!!

4 de out de 2010

Pergunta Que Não Quer Calar

De que adianta gastarmos uma fortuna na educação de nossos filhos, se logo logo eles estarão à mercê do poder de um povo que não se leva a sério, que elege semi-analfabetos, dançarinas, pugilistas, palhaços e outros tantos que pleiteiam vagas na Câmara, na Assembleia Legislativa e até no Senado, objetivando sabe-se lá o quê! Depois não venham reclamar!

Definitivamente: Cada povo tem o Governo que merece!

1 de out de 2010

Vamos Votar

Relutei em escrever sobre política, mas não dá mais pra fugir do assunto. O país inteiro está mobilizado e milhões de eleitores irão às urnas eletrônicas no próximo domingo, decidir o futuro da nação.
Uma responsabilidade grande para um povo que, em sua maioria, ainda não aprendeu o poder que tem nas mãos.
Sou contra a obrigatoriedade do voto, mas do jeito que algumas pessoas andam desinteressas, acabariam indo à praia, ao invés de irem à sessão eleitoral.
Infelizmente, dessa vez não poderei exercer minha cidadania, pois resido fora do meu domicílio eleitoral. Como não me planejei para viajar, então vou apenas justificar meu voto.

Não costumo dar conselhos, mas fica uma dica pra pensarmos mais na coletividade, e menos no próprio umbigo, sobretudo quando o assunto diz respeito ao destino de um país inteiro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...